A tragédia ocorrida no CT do Ninho do Urubu, do Flamengo, ligou o sinal de alerta para o risco de um novo incidente como este em grandes clubes do futebol brasileiro.

E no futebol cearense, automaticamente, as atenções se voltaram aos três maiores times do esporte local, Ceará, Fortaleza e Ferroviário.

De acordo com o relações públicas do Corpo de Bombeiros, 1º tenente Romário Fernandes, atualmente, nenhum dos três clubes atende as normas de segurança contra incêncio e pânico em seus centros de treinamento.

Uma nota oficial do Corpo de Bombeiros será divulgada para esclarecer os pontos deficitários.

Em matéria publicada neste domingo, no Diário do Nordeste, presidentes de Ceará e Fortaleza prometeram redobrar a atenção com CTs. Confira

Mais informações em instantes

Nordeste Notícia
Fonte: Diário do Nordeste

Comente com Facebook