Ceará e Fortaleza em campo pelo Clássico-Rei (Foto: Stephan Eilert/Ceará SC)

Com campanhas rigorosamente parelhas no Brasileirão, Ceará e Fortaleza estão igualados com 21 pontos e o mesmo número de vitórias, empates, derrotas e gols marcados. A única diferença é a colocação: o Alvinegro está no 12º lugar, enquanto o Leão figura no 13º, por conta do saldo de gols.

Diante desse cenário, as projeções feitas para um time costumam ser as mesmas feitas para o outro. Para terminar o primeiro turno da melhor forma possível, alvinegros e tricolores terão que torcer pelos mesmos resultados e “secar” os mesmos concorrentes.

PUBLICIDADE

Quando se fala em “melhor cenário”, é claro que isso já pressupõe que os times devem vencer seus jogos. O Ceará encara o Botafogo no sábado, 14, no Castelão. Já o Fortaleza joga contra o Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador, no domingo, 15. Feito o dever de cada um, as atenções se voltam para os resultados paralelos, que podem garantir até três rodadas longe da zona de rebaixamento.

Primeiro time do Z4, com 15 pontos, o Fluminense joga contra o Corinthians no Maracanã. Com o mesmo número de pontos, mas uma posição abaixo, o CSA visita o São Paulo no Morumbi. Uma derrota dos dois é o primeiro passo para que a distância da dupla cearense para a degola seja de nove pontos, caso vençam Botafogo e Bahia. Mas a Chapecoense, com 14 pontos, também entra no páreo, e deve pelo menos empatar com o Vasco, na Arena Condá, para garantir a diferença. Lanterna, o Avaí não entra na conta.

Caso tudo dê errado, porém, essa projeção pode cair de forma significativa. Se perderem seus jogos, Ceará e Fortaleza permanecem com 21 pontos e podem ver Fluminense e CSA chegarem a 18, diminuindo a diferença para a degola para três pontos. Uma queda como essa acionaria de vez o sinal de alerta em Porangabuçu e no Pici. Garantir uma distância boa do Z4 neste fim de primeiro turno, portanto, é essencial para que as equipes encarem a sequência da competição com mais tranquilidade e confiança.

Atualmente, a projeção para não cair é a menor da história. Atual 16º colocado, o Cruzeiro tem 18 pontos, o mesmo número que o Fluminense. Caso mantenha esse aproveitamento, a Raposa terminará o campeonato com 38 pontos. No Brasileirão de pontos corridos com 20 times, a menor pontuação de um time que não caiu foi em 2014, quando o Palmeiras escapou na última rodada com 40 pontos. Esse “número mágico”, porém, flutua muito, e a tendência é que os cenários ainda mudem bastante até o fim da Série A.

Nordeste Notícia
Fonte: O Povo

Comente com Facebook