Uma mulher foi presa suspeita de espancar a enteada de um ano em Juazeiro do Norte, Sul do Ceará, na noite da sexta-feira (13). A madrasta de 29 anos levou a menina para o hospital e disse que a criança havia caído da cama, mas os vizinhos haviam denunciado o espancamento pelo WhatsApp da Polícia Civil.

A equipe da Polícia Militar que atendeu a ocorrência questionou a equipe médica do Hospital Santo Antônio de Barbalha sobre o estado da criança e as causas dos ferimentos. O médico responsável pelo atendimento explicou que a menina estava com sinais de espancamento e com ferimentos graves na cabeça.

PUBLICIDADE

A criança continua internada Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital e tem estado de saúde estável, de acordo com a equipe médica.

A mulher foi levada para a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte e, em seguida, encaminhada para a cadeia pública feminina da cidade. A madrasta foi autuada por crime de tortura e violência doméstica. Nesta segunda-feira (16), o caso passa para a Delegacia da Mulher de Juazeiro do Norte.

Nordeste Notícia
Fonte: G1

Comente com Facebook