Um homem foi preso após policiais civis cumprirem mandado de busca e apreensão na casa de três pessoas no município de Graça, no Interior do Ceará, na tarde desta quinta-feira (23), depois que surgiram boatos sobre ataques na cidade.

O principal suspeito de espalhar a história é um homem conhecido por ser usuário de droga e já responder a crimes de apropriação indébita, furto qualificado e ameaça. Ele já tinha um mandado de prisão preventiva em aberto.

Os boatos se espalharam pelas redes sociais e alguns populares não deixaram os filhos irem à escola nesta quinta, temendo que algum crime ocorresse dentro das instituições de ensino, informou a polícia.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Ricardo Wagner Alves Ribeiro, 31 anos, foi capturado em sua casa, suspeito de infringir a ordem pública.  Ele não reagiu à prisão.

O inspetor Alves, da Delegacia de Pacujá, relatou que nenhum ilícito foi encontrado em nenhuma das residências e que os mandados de busca e apreensão eram para verificar se os suspeitos estavam com arma de fogo. No entanto, mesmo com nenhuma apreensão, Ricardo Wagner foi preso para assegurar a ordem pública, conforme o policial.

“Não foi localizado nada.  Ele nega que tenha feito ameaças. A cidade ficou sabendo pelas redes sociais. As pessoas estão aterrorizadas. Tudo em decorrência dos boatos”, comentou o inspetor.

Ricardo Wagner foi encaminhado para a Delegacia de Pacujá, onde ficará à disposição da Justiça.

Nordeste Notícia
Fonte: Diário do Nordeste

Comente com Facebook