Confira os grupos dos cearenses e seus detalhesDepois de 50 dias da última partida oficial – a da festa do acesso diante do ABC no Castelão pela última rodada da Série B – e muita expectativa por parte da torcida, que já estava ansiosa para ver o Ceará em ação, finalmente o time estreia na temporada 2018. O Vozão entra em campo hoje contra o Salgueiro, às 21h45 (horário cearense), no interior pernambucano, por uma competição que também já batia a saudade por parte dos alvinegros: a Copa do Nordeste.

O Vovô, ausente da competição no ano passado, retorna com status de favorito por ser um time de Série A ao lado de Bahia e Vitória, e claro, por ter um retrospecto dos mais positivos no torneio. Desde o retorno do regional, o Ceará foi campeão invicto em 2015, finalista em 2014, semifinalista em 2013 e quadrifinalista em 2016. Ou seja, o Vovô sempre realiza grandes campanhas e a expectativa para este ano é das melhores, pelo grupo formado pelo clube. Com a manutenção do técnico Marcelo Chamusca, de 15 jogadores que conquistaram o acesso (entre eles Éverson, Luiz Otávio, Richardson, Pedro Ken, Ricardinho e Élton, que estarão em campo hoje) e mais 17 reforços, sendo que quatro delas começarão como titulares (o lateral-direito Leandro Silva, o lateral-esquerdo Ernandes, e os atacantes Andrigo e Felipe Azevedo), o Vovô quer fazer valer a tradição e passar como líder do grupo D, considerado o da ‘morte’, com dois times de Série B (CSA e Sampaio Corrêa) e um da Terceirona (Salgueiro). A chave ganha esta alcunha pois nenhum dos outros 3 grupos possui esta configuração de forças, com um time de Série A e outros dois da Série B.

Planejamento

O Ceará formou um elenco robusto, de 35 jogadores, para disputar paralelamente a Copa do Nordeste, Estadual e Copa do Brasil. Com apenas 14 dias de preparação, o técnico Marcelo Chamusca treinou dois times diferentes para se revezarem a cada partida e assim, evitar um desgaste maior do grupo.

O técnico acredita que a preparação foi a melhor na qual o clube poderia realizar em tão pouco tempo e espera que a estreia seja satisfatória.

Escalação-Salgueiro-X-Ceará“Seria importante que tivéssemos mais jogos treinos antes da estreia para mais análise, observação e assimilação por parte dos jogadores, mas teremos que evoluir dentro das competições. Estou satisfeito com o grupo que tenho, pelo leque de opções técnicas e táticas e vamos lutar e disputar muito, desde o início. Toda estreia é difícil, jogar contra o Salgueiro lá é ainda mais, mas temos condições de realizar uma boa partida, sempre bem organizados em campo”.

O atacante Felipe Azevedo, um dos estreantes acredita que o Ceará precisa vir forte em todas as competições. “As equipes do Nordeste tem força, as torcidas lotam os estádios. O Ceará é um dos maiores do Nordeste e virá forte para conquistar o título. Esperamos estrear com o pé direito, já que a preparação foi muito bem feita”, disse ele.

Adversário

O Salgueiro, rival do Ceará hoje é um time difícil de ser batido em casa, mas o Vovô tem boas lembranças de um confronto com o time pernambucano. Em 2015, o Ceará o eliminou nas quartas de finais com duas vitórias, 2 a 0 no Cornélio de Barros e embalou para o título. Este ano, o Carcará será dirigido pelo técnico Paulo Júnior e conta com nomes como o goleiro Mondragon e o lateral Marcos Tamandaré.

Tabela

Nordeste Noticia
Fonte: Diario do Nordeste/Vladimir Marques

       
Curta nossa página!
   
Envie sua notícia, clique na imagem!