Márcio foi velado às 9 horas deste domingo, 19. Na foto, DJ toca em festa no Cumbuco em novembro deste ano(foto: Reprodução/Instagram)
Márcio foi velado às 9 horas deste domingo, 19. Na foto, DJ toca em festa no Cumbuco em novembro deste ano(foto: Reprodução/Instagram)

O DJ cearense Márcio Motor morreu devido a uma complicação de infecção pulmonar, às 23h01 do último sábado, 18. A informação foi divulgada pela assessoria de comunicação do artista através dos stories em seu perfil no Instagram. Ele tinha 41 anos.

Em publicação, a equipe do produtor musical agradeceu aos comentários de carinho nas redes sociais. “Obrigado a todos pelo carinho. Ele sabia que era amado pela profissão, mas talvez não imaginasse o amor de vocês aí da dancefloor. A maioria não poderá ir ao rito e ‘tá’ tudo bem. Façam seu melhor, onde estiver, ouça sua música favorita e dance como se ninguém estivesse ali, apenas você e o DJ”, comentou o perfil.

Natural de Quixadá, Márcio Paiva dos Santos foi uma das personalidades mais importantes da cena eletrônica na Capital cearense. Dentre os sets realizados anteriormente, estão parcerias com a cantora Nayra Costa no projeto Born to Chill e a dupla Mantra Coité com a artista Ilya. O repertório de Motor propôs “uma viagem por atmosferas conceituais costuradas pela estética deep/tech/prog, explorando melodia, excentricidade e hedonismo”.

Ao O POVO, o cantor e amigo de Motor, Daniel Peixoto, falou um pouco de sua trajetória de vida com o DJ e a relevância dele para o cenário musical. “Colaboramos durante muitos anos, e posso dizer que ele foi indispensável para a noite de Fortaleza como conhecemos hoje. Insubstituível”, lamentou o amigo. “Márcio foi fundamental para a consolidação da música eletrônica no Ceará ser enxergada como arte.”

Clubes como o The Lights também lamentaram a morte de Motor. “Márcio foi um dos primeiros produtores a chegar junto com a gente. Só temos a agradecer a pessoa que ele foi”, comentou o estabelecimento em perfil nas redes sociais.

Em nota, o Centro Cultural Belchior lamentou a morte do músico e disse que ele era “alegria, festa e corpo sempre em movimento”. “Domingo raiou triste, pois o luto nos bateu de frente. A cena eletrônica cearense perdeu na noite de ontem um grande entusiasta da cultura psicodélica”, disse nas redes sociais.

O velório de Márcio Motor aconteceu às 9 horas deste domingo, 19, no Memorial Funeral Home. Márcio foi enterrado em outro município não divulgado, junto a outros parentes.

       
Curta nossa página!
   
Envie sua notícia, clique na imagem!