A máscara que havia sido colocada no rosto na estátua de Padre Cícero, cartão-postal de Juazeiro do Norte, na Região do Cariri do Ceará, foi retirada na manhã desta quinta-feira (27). A máscara de 2,8 por 2,4 metros tinha sido colocada no dia 9 de maio deste ano para ser símbolo do combate à pandemia da Covid-19.

A máscara foi retirada por equipes do Corpo de Bombeiros. A ação também simboliza a redução dos índices epidemiológicos registrados no Cariri que tem permanecido em baixa após a vacinação da população. Apesar da iniciativa, o uso de máscaras ainda é obrigatório de acordo com decreto estadual e municipal, bem como o distanciamento social.

De acordo com dados do IntegraSUS, plataforma gerenciada pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa-CE), foram confirmados 31.112 casos da doença na cidade até o dia 28 de outubro. Segundo a plataforma, 650 morreram em decorrência da Covid-19 e 625 casos estão em investigação. A taxa de letalidade está em 2,1.

A Sesa também informou que 98.397 exames foram realizados e 30.617 pessoas se recuperaram do coronavírus.

Nesta quarta-feira (27), o prefeito de Fortaleza José Sarto (PDT) afirmou que se houver a possibilidade de fazer réveillon de forma segura na capital cearense, o evento exigirá vacinação contra Covid-19. Sarto disse ainda que, de forma geral, a “tendência” é manter o uso de máscara até 2022. O gestor concedeu entrevista ao programa Paulo Oliveira, da rádio Verde Mares, do Sistema Verde Mares de Comunicação.

“Se houver a possibilidade de fazer o réveillon seguro a primeira coisa que temos que fazer é o passaporte vacinal. Não é admissível que tenham pessoas o livre arbítrio de não se vacinar que ela coloque em risco outra pessoa”.

Projeto da máscara

 

A máscara foi projetada pelo estilista Wellington Vieira, que inicialmente foi até a colina do Horto, onde está erguido o monumento de 27 metros, tirar as medidas.

“A partir daí fizemos um estudo sobre qual material usar”, contou ao g1 na época. Depois disso, junto com mais quatro pessoas integrantes de um terreiro de candomblé, confeccionaram a máscara com poliéster. “Ideal para resistir à chuva, ao sol”, pontua.

Ao receber a proposta, o estilista encarou como um desafio. “Nós tivemos a garra para fazer justamente com esse papel de conscientização. A gente sabe que as pessoas de Juazeiro e do Cariri tem uma fé enorme, principalmente na figura do Padre Cícero”, ressaltou Wellington.

Ponto turístico

 

A estátua do santo popular Padre Cícero foi inaugurada no dia 1º de novembro de 1969. Anualmente a estátua atrai, em média, 2,5 milhões de visitantes. Além de um importante ponto turístico da região do Cariri, com bela visão de Juazeiro do Norte, de cidades vizinhas e da Chapada do Araripe, também se tornou importante símbolo da fé romeira.

Inaugurada em 1969, a estátua de Padre Cícero é um importante ponto turístico da região do Cariri — Foto: Edson Freitas/SVM

Inaugurada em 1969, a estátua de Padre Cícero é um importante ponto turístico da região do Cariri — Foto: Edson Freitas/SVM

Máscara de estátua de Padre Cicero de Juazeiro do Norte é retirada nesta quinta-feira (28).  — Foto: Reprodução

Máscara de estátua de Padre Cicero de Juazeiro do Norte é retirada nesta quinta-feira (28). — Foto: Reprodução

 

 

 

 

Nordeste Notícia
Fonte: G1

       
Curta nossa página!
   
Envie sua notícia, clique na imagem!