A Polícia Civil de Ipu sob o comando do seu titular, delegado Dr. Rômulo Melo, em um  trabalho conjunto com a ENEL, advogado, engenheiros, técnicos e demais funcionários, efetuou na última terça  terça-feira (16/04/2019), a prisão de quatro pessoas, acusadas de furto de energia.

Mediante denúncias três comércios, e duas residências particulares foram investigados, e foi constatada a prática criminosa. Em todos se configurou o furto de energia elétrica, o famoso gato. Quatro pessoas foram presas em flagrante, em dois casos o juiz arbitrou fiança e foram liberadas, dois ainda ficaram  presos, mas nesta quarta  feira (17/04) pagaram fiança e também foram liberados.

PUBLICIDADE

A quinta pessoa investigada, teve inquérito instaurado através de portaria, em virtude do acusado não ter sido localizado no município, já que o mesmo se encontra em Fortaleza. Visto que o furto de energia é um crime qualificado pela fraude empregada, o delegado não pode arbitrar fiança, , e furto é crime!

Em conversa com a nossa reportagem, o delegado Dr Rômulo Melo, relatou os valores das fianças pagas pelos acusados.

O 1° acuado pagou uma fiança de R$ 3.500,00(três mil e quinhentos reais).

O 2° acusado Pagou uma fiança de R$ 3.500,00(três mil e quinhentos reais).

O 3° acusado pagou uma fiança de R$ 20.000,00(vinte mil reais).

O 4° acusado pagou uma fiança de R$ 50.000,00(cinquenta mil reais).

Ainda segundo o delegado, a fiança de 50 mil reais, arbitrada para o 4° acusado, foi pelo fato do mesmo ser reincidente, ou seja, a cerca de 4 meses atrás o mesmo já havia sido autuado pela Enel pelo mesmo crime.

Local – Ipú.

 

Local .

 

Local .

 

Local .

 

Local .

 

Local .

 

Local .
Nordeste Notícia com informações da Polícia Civil

Comente com Facebook