Eventos corporativos poderão contar com 600 pessoas em ambientes fechados. Exceção fica para eventos-teste que podem contar com público maior, mediante autorização da Sesa-CE(foto: Aurelio Alves)
Eventos corporativos poderão contar com 600 pessoas em ambientes fechados. Exceção fica para eventos-teste que podem contar com público maior, mediante autorização da Sesa-CE(foto: Aurelio Alves)

O governo do Estado do Ceará publicou neste sábado, 16, o novo decreto de flexibilização de atividades econômicas e sociais, com dois detalhamentos em relação ao anúncio feito, no dia anterior, pelo governador Camilo Santana (PT).

O primeiro é a ampliação da capacidade de público em eventos corporativos, que passou de 500 para 600 pessoas, em ambiente fechado, e de 600 para 700 pessoas em ambientes abertos. O segundo é a ampliação do número de pessoas permitidas por mesa de 8 para 10 em restaurantes.

O governador já havia anunciado na sexta-feira, 15, a ampliação da capacidade de atendimento para 80% de lojas de ruas, shoppings, cinemas e museus; da capacidade de público em eventos sociais para 300 pessoas em ambientes fechados e 500, em ambientes abertos; bem como a permissão para que os restaurantes possam atender até as 3 horas. Tudo a partir de segunda-feira, 18. As decisões foram tomadas após deliberação do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia, que traça as ações contra a Covid-19 no Ceará.

Para o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Fortaleza, Assis Cavalcante, as flexibilizações se dão em um contexto de ritmo acelerado de vacinação. Ele exaltou a adesão do segmento do comércio à campanha de imunização contra a Covid-19. “Nós lojistas fizemos um movimento muito grande para que houvesse um número substancial de pessoas vacinadas. Alguns lojistas pagaram parte do 13º salário para quem se vacinasse, deram folga no dia que a pessoa ia se vacinar, entre outras ações. O fato é que estamos em torno de 95% de pessoas vacinadas com a primeira dose no nosso setor”, ressaltou.

No decreto  anterior, anunciado pelo governador no dia 1º de outubro, foi concedida permissão para que escolas optem pelo ensino presencial, ficando a modalidade híbrida ou remota disponível para aqueles impossibilitados de ir às aulas devido a questões de saúde comprovadas por meio de atestado médico.

Restaurantes também receberam permissão para funcionar até as 2h. Além disso, eventos já liberados puderam funcionar com capacidade de 400 pessoas em ambiente aberto e 200 em fechado. O decreto entrou em vigor no dia 4 de outubro e segue em vigor até domingo, 17.

A única exceção é quanto ao aumento na capacidade de público nos estádios de futebol, que já passará de 10% para 30% neste sábado, e de 30% para 50% no próximo dia 23. 

 

 

 

Nordeste Notícia
Fonte: O Povo/Laura Beatriz

       
Curta nossa página!
   
Envie sua notícia, clique na imagem!