Camilo Santana anuncia construção de Ceasa e aeroporto na região do Vale do Jaguaribe. — Foto: Governo do Estado/ Divulgação
Camilo Santana anuncia construção de Ceasa e aeroporto na região do Vale do Jaguaribe. — Foto: Governo do Estado/ Divulgação

A Região do Vale do Jaguaribe, que abrange 15 municípios cearenses, ganhará uma Central de Abastecimento (Ceasa) e um aeroporto. As informações foram anunciadas pelo governado do Ceará, Camilo Santana, na manhã desta quinta-feira (2), durante a inauguração da 1ª etapa do Polo Metal Mecânico de Tabuleiro do Norte.

 

“Vamos fazer uma Ceasa nessa região, já está autorizada, para atender a região. Também estou estudando a localização, que possa ficar também no entrocamento da região, de um bom e moderno aeroporto para a região do Vale do Jaguaribe. São infraestruturas importantes para garantir o desenvolvimento, disse Camilo.

Durante o discurso, o governador falou também sobre a importância do equilíbrio fiscal, para que ações econômicas como essas possam ser realizadas no Estado.

“É importante o Estado manter seu equilíbrio fiscal, não como um fim, mas como um meio para poder possibilitar fazer as ações, pois não basta só a boa vontade, é preciso ter recurso para fazer estrada, para fazer hospital, para contratar, para fazer serviço público”, afirma.

Polo Metalmecânico de Tabuleiro do Norte

 

Governo inaugura 1ª etapa do Polo de Desenvolvimento Metalmecânico de Tabuleiro do Norte. — Foto: Governo do Ceará/ Divulgação
Governo inaugura 1ª etapa do Polo de Desenvolvimento Metalmecânico de Tabuleiro do Norte. — Foto: Governo do Ceará/ Divulgação

A implantação do Polo Metalmecânico, instalado a 17 km do centro de Tabuleiro do Norte e às margens da BR-116, está dividida em três fases. O empreendimento, que terá área total de 859 mil m², vai oportunizar a atração e integração de indústrias, comércios e serviços, contribuindo para fomentar o desenvolvimento do setor metalmecânico e gerar mais empregos no estado.

Com investimento de R$ 13,2 milhões do Governo do Ceará, a construção da 1ª etapa do Polo abrangeu uma área de 17,58 hectares e foi capitaneada pela Secretaria das Cidades (SCidades). Agora, o Polo será coordenado pela Adece.

Em formato multissetorial, o Polo vai oferecer um espaço dedicado às empresas e ao atendimento às demandas dos caminhoneiros, consolidando-se também como entreposto logístico. Além disso, a estrutura vai comportar, em uma próxima etapa, um terminal rodoviário regional, oportunizando melhor tráfego e segurança aos visitantes.

       
Curta nossa página!
   
Envie sua notícia, clique na imagem!