Buscas pelo cabo da Marinha André Filipe Victor Figueiredo, de 28 anos, são realizadas no mar de Arraial do Cabo pelos bombeiros e Marinha — Foto: Victor Figueiredo/arquivo pessoal

O Corpo de Bombeiros e a Marinha estão fazendo buscas na manhã desta segunda-feira (12) para encontrar André Filipe Victor Figueiredo, um cabo da Marinha de 28 anos que desapareceu após entrar no Lago do Amor, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio.

De acordo com a Marinha, o André Filipe serve no Esquadrão VF-1, em uma unidade voltada para aviões de caça. Os bombeiros foram acionados depois que uma pessoa avistou o homem acenando pedindo por socorro.

Marinha faz buscas por homem que desapareceu em trilha de Arraial do Cabo, no RJ
PUBLICIDADE

Marinha faz buscas por homem que desapareceu em trilha de Arraial do Cabo, no RJ

As buscas começaram por volta das 16h50 deste domingo (11), quando uma mochila com os pertences do militar foi encontrada no mar e encaminhada à 132ª DP.

Por volta das 7h desta segunda, as buscas foram retomadas com o auxílio de motos aquáticas. Amigos do militar também participam das buscas percorrendo a trilha por onde o militar passou.

Amigos fazem buscas cabo da marinha que desapareceu em Arraial do Cabo, no RJ
G1 Inter TV RJ
Amigos fazem buscas cabo da marinha que desapareceu em Arraial do Cabo, no RJ

Amigos fazem buscas cabo da marinha que desapareceu em Arraial do Cabo, no RJ

Ao G1, a tia do jovem, que é natural de Fortaleza, contou que Victor chegou a ligar para o pai por volta das 11h30 deste domingo (11) para desejar feliz dos pais. Segundo ela, ele disse ainda que iria para Fortaleza nesta segunda.

“Ele morou no meu apartamento por quase 7 anos em São Pedro da Aldeia. Ele chegou aqui (na Região dos Lagos) e não tinha onde morar e morou comigo. Tenho ele como se fosse meu filho. Minha netinha é muito apegada a ele, que sempre vai buscá-la na escola”, conta Elzimar Moura.

Elzimar disse que, atualmente, o militar mora no bairro Baixo Grande, perto da casa dela, e tem bastante contato com a família. O pai, uma tia e o irmão estão saindo de Fortaleza para acompanhar as buscas na Região dos Lagos.

Os parentes informaram ainda que o cabo tem o costume de mergulhar e praticar esportes radicais.

Por meio de nota, a Marinha confirmou que a Delegacia da Capitania dos Portos em Cabo Frio (DelCFrio) foi acionada na noite de domingo e “enviou, imediatamente, uma equipe de busca e Salvamento (SAR) que, desde então, realiza buscas no local”. A Marinha também diz que se solidariza com os familiares do desaparecido.

Nordeste Notícia
Fonte: G1

Comente com Facebook