Dentre dos detidos, estão quatro agentes do Demutran e o proprietário de uma auto-escola — Foto: Lorena Tavares

Cinco pessoas foram presas na manhã desta segunda-feira (3) em Farias Brito, na região do Cariri cearense, numa investigação contra fraudes do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) da cidade. Ao todo, sete mandados foram cumpridos pela Polícia Civil na Operação Desvio.

Dentre os detidos, estão quatro agentes do Demutran e o proprietário de uma auto-escola. Além das prisões, dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos na sede do órgão municipal e e na escola para condutores.

PUBLICIDADE

Nos dois locais foram apreendidos documentos e computadores para dar continuidade à operação que teve início há dois meses, após uma denúncia feita da Delegacia de Iguatu.

Segundo o titular da Delegacia de Farias Brito, Sérgio da Silva Maia Júnior, os suspeitos se beneficiavam de infrações cometidas por condutores numa via da cidade. “Eles se utilizavam de um desvio para multar pessoas e se desviavam da função para obter benefícios ilícitos”, explicou.

De acordo com a investigação, a auto-escola era utilizada para fraudar os registros de infrações. Segundo o delegado, os suspeitos “cobravam uma quantia para evitar a multa e usavam a auto-escola para cobrar os valores, dando uma suposta aparência de legalidade”, disse.

Os investigados poderão responder por associação criminosa, corrupção, concussão (quando o agente público exige uma vantagem indevida), na medida da participação de cada um.

Participaram da operação sete equipes da Delegacia Regional do Crato.

Nordeste Notícia
Fonte: G1

Comente com Facebook