Encontro de lideranças nordestinas com Jair Bolsonaro aconteceu em Pernambuco. (Foto: Divulgação)
Encontro de lideranças nordestinas com Jair Bolsonaro aconteceu em Pernambuco. (Foto: Divulgação)

A primeira visita do presidente da República, Jair Bolsonaro(PSL), ao Nordeste aconteceu nesta sexta-feira (24), em Recife (PE), quase seis meses após sua posse. Durante a reunião, que contou com oito dos nove governadores da região,  o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), cobrou a conclusão das obras da ferrovia Transnordestina.

“Eu sou governador de segundo mandato passamos quatro anos tentando lutar para que essa ferrovia pudesse ser concluída e tivemos dificuldades. Acho que a gente podia acelerar, um processo que fosse menos burocrático, para que os investidores internacionais pudessem ter as concessões para duplicar nossas BRs, que passam por todos os estados e ferrovias”, disse Camilo.

PUBLICIDADE

Na ocasião, também foram anunciados 4 bilhões de reais para o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). “Tenho certeza que os governadores e os prefeitos de todo o Brasil torcem para aprovação da reforma da Previdência, o que não pode acontecer é essas pessoas torcerem pela aprovação, mas não fazerem com que o parlamentar que tem acesso vote favorável a mesma”, afirmou Bolsonaro.

O encontro aconteceu na mesma semana em que os governadores nordestinos assinaram uma carta, pedindo a revogação do decreto que facilitou o acesso ao porte de arma de fogo no Brasil.  O presidente se mostrou irritado ao ser questionado pela imprensa sobre a rejeição de quase 40% entre os nordestinos no mês de abril, segundo o Datafolha. Diante do questionamento, o presidente pediu ao repórter que fizesse uma “pergunta inteligente”.

Nordeste Notícia
Fonte: Tribuna do Ceará

Comente com Facebook