Uma operação da Polícia Civil cumpriu, nesta quinta-feira (21), 46 mandados de prisão contra uma organização criminosa em diferentes municípios do Ceará. Ao todo, 17 pessoas foram capturadas em Fortaleza e Região Metropolitana, e oito no interior do estado. Os outros 21 mandados foram cumpridos contra internos do sistema penitenciário.

(Correção: o G1 errou ao afirmar que a operação cumpria 89 mandados de prisão, com base em informação da Polícia Civil. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) afirmou por meio de nota que foram 46 mandados. A informação foi corrigida às 13h41.)

O trabalho é resultado de investigações da Delegacia de Combate às Ações Criminosas Organizadas (Draco) sobre a atuação de integrantes recém-ingressos no grupo criminoso, que não foi revelado pela polícia.

A apuração iniciou com a prisão de um membro responsável por fazer o cadastro dos novos criminosos no grupo.

Os suspeitos capturados nesta quinta já respondiam a crimes como homicídio e expulsões de famílias de suas residências. A Polícia também investiga participação deles nos ataques em Fortaleza e no Ceará em janeiro e fevereiro deste ano.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, a Operação Aditum mobilizou cerca de 250 policiais civis da capital e interior.

Os mandados foram cumpridos em Aracati, Barbalha, Caucaia, Forquilha, Fortaleza, Horizonte, Iguatu, Juazeiro, Pacatuba, Quixadá, Jaguaruana, Itaitinga, Eusébio, Pedra Branca e Canindé.

Nordeste Notícia
Fonte: Diário do Nordeste

Comente com Facebook