BRASÍLIA –  Ter filhos pode ser um dos critérios que o governo usará para definir a idade mínima de aposentadoria na reforma da Previdência que será encaminhada ao Congresso. Segundo técnicos que participam das discussões, mulheres com filhos e homens que criam filhos sozinhos teriam uma idade menor que os demais trabalhadores para se aposentar. Quanto mais filhos, maior seria o benefício. O limite seriam três filhos. Outra possibilidade é “calibrar” o valor do benefício, que seria maior para pais e mães.

A ideia de incluir homens na sistemática estaria de acordo com o princípio da licença paternidade. Essas medidas também teriam o objetivo de humanizar a reforma para facilitar sua aprovação no Congresso. O presidente Jair Bolsonaro, no entanto, ainda terá que dar a palavra final para que isso vá adiante.

Nordeste Notícia
Fonte: O Globo

Comente com Facebook