Segundo o deputado, a definição da idade mínima esbarra numa diferença regional: a expectativa de vida, que é menor em áreas mais pobres.

“Vou apresentar essa emenda de idade regional, que vincula a expectativa de vida por regiões no País”, disse o parlamentar.

Para ele, o modelo atual, que estabelece um teto válido em todo o País para a aposentadoria, não respeita as diferenças sociais brasileiras. “É injusto ter uma média nacional.”

Segundo o deputado, a solução seria elaborar uma fórmula matemática que adequasse as idades, condicionando-as às expectativas de vida aferidas pelo IBGE. (Henrique Araújo)

Nordeste Notícia
Fonte: O Povo

Comente com Facebook