A capital cearense amanheceu com chuva e tempo nublado nesta quarta-feira, 6, seguindo previsão da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Conforme o órgão, 102 municípios registraram precipitações entre as 7 horas de terça-feira, 5, e o mesmo horário desta quarta. Em Fortaleza, dados preliminares apontam 7 milímetros (mm) no período. Na Região Metropolitana, choveu ainda em Caucaia (14.6 mm) e Itaitinga (13.5 mm).

Previsão é de mais chuvas e tempo nublado em todas as regiões cearenses ao longo do dia
Previsão é de mais chuvas e tempo nublado em todas as regiões cearenses ao longo do dia (Foto: Gustavo Simão/ Especial para O POVO)

As chuvas foram bem distribuídas no Estado. A maior foi em Tianguá, na Região da Ibiapaba, local em que transtornos foram registrados devido à forte precipitação na tarde dessa terça. Foram 77.4 mm de acordo com a Funceme.

A segunda e a terceira maiores chuvas foram na Região Jaguaribana, com Iracema (67 mm) e Ererê (58 mm). Municípios que abrigam os maiores açudes do Estado receberam boas águas. Orós e Alto Santo (local do Castanhão) marcaram 44 mm e 43 mm, respectivamente.

O Sertão Central e Inhamuns também foi área precipitações. Senador Pompeu teve 52 mm, Quixelô, 38 mm e Iguatu, 36 mm.

Previsão é de mais chuvas

De acordo com previsão da Funceme, o indicativo para o resto desta quarta é de chuva em todas as regiões cearenses e céu nublado. O mesmo segue para esta quinta-feira, 7. Já na sexta-feira, 8, a previsão é de nebulosidade variável com eventos de chuvas em todas as regiões.

Para os próximos dois dias, há previsão de precipitação significativa em Fortaleza e na Região Metropolitana. O meteorologista Raul Fritz, em entrevista à Rádio O POVO CBN, alertou que as pessoas saiam de casa com mais antecedência e evitem áreas que costumam ficar mais alagadas. A chuva também é esperada em todas as outras regiões do estado.

A atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), responsável por trazer a chuva para o Estado, é significativa, de acordo com o órgão meteorológico.

Nordeste Notícia
Fonte: O Povo/ Matheus Facundo

Comente com Facebook