Uma carga de 60 kg de substância análoga à cocaína com valor equivalente a mais de R$ 7 milhões foi apreendida na manhã desta segunda-feira (28) no Km 350 da BR-020, em Caridade, no Ceará.

Durante uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal, os agentes abordaram um veículo Amarok com três ocupantes para fazer uma fiscalização no veículo. Durante o procedimento, os policiais constataram que o condutor não tinha habilitação para dirigir.

Após verificar a documentação do homem, foi identificado na busca nos sistemas de segurança pública que o motorista estava ligado a uma série de fraudes ocorridas no estado do Pará em 2018, de acordo com o Diário Oficial. Além dele, havia um homem de nacionalidade estrangeira que informou já ter sido preso pela Polícia Federal em Manaus em 2008 pelo crime de tráfico de drogas.

Fiscalização

Carga estava escondida em um fundo falso na carroceria do veículo — Foto: Polícia Rodoviária Federal

Carga estava escondida em um fundo falso na carroceria do veículo — Foto: Polícia Rodoviária Federal

A equipe policial passou a fiscalizar o veículo e identificou um fundo falso na carroceria onde foram encontrados 59 tabletes de substância branca análoga à cocaína, pesando cerca de 60 quilos do entorpecente.

A droga foi importada de um país vizinho ao Brasil, sendo pago valor de US$ 1.600 por cada tablete, o que faz com que a carga estivesse avaliada em US$ 95.000. O homem estrangeiro informou que receberia R$ 10 mil pelo transporte da droga o que poderia fazer com que o valor da carga chegasse a R$ 7,2 milhões caso fosse comercializada no Brasil.

Os demais ocupantes do veículo, o condutor e uma passageira, disseram em depoimento, que desconheciam a existência do entorpecente e que estavam apenas negociando a compra do veículo envolvido.

Eles foram encaminhados à sede da Superintendência Regional da Polícia Federal no Ceará, onde permanecerão à disposição da Justiça e responderão por tráfico de drogas, associação para o tráfico e uso de documento falso. (G1)

Nordeste Notícia

Comente com Facebook