Duas mulheres que estavam sendo torturadas em um imóvel foram resgatadas pela Polícia Militar na tarde desta quinta-feira (11) no Parque Santa Maria, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. Elas foram encontradas com as mãos e os pés amarrados e com marcas de agressões. Segundo a PM, as vítimas estavam sendo julgadas pelo chamado “tribunal do crime” e seriam assassinadas. Dois homens foram presos em flagrante.

O motivo, conforme a polícia, seria a disputa por territórios entre grupos criminosos. As vítimas foram raptadas na manhã desta quinta-feira por estarem em uma área de atuação criminosa diferente da facção que atua na região onde elas moram. Ainda segundo a polícia, as vítimas relataram que os dois homens presos aguardavam a chegada de uma arma para que elas fossem executadas.

“Estávamos de serviço hoje, quando por volta das 11h o Ciops repassou que duas moças haviam sido arrebatadas e estavam sendo torturadas no Parque Santa Maria. Passamos a fazer as diligências nos locais apontados e com êxito a gente conseguiu localizar a casa onde as duas moças estavam. Adentramos no local e conseguimos resgatar as duas moças ainda com vida no interior da residência, bastante lesionadas”, disse o tenente José Maria Júnior, que trabalhou no resgate das vítimas.

As duas mulheres foram atendidas por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Uma das mulheres foi encontrada com um dos braços quebrado. A outra precisou ser levada para receber atendimento médico no Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro da capital, por suspeita de traumatismo na cabeça.

Os dois criminosos presos foram levados para o 6º Distrito Policial, onde foram autuados em flagrante pelos crimes de organização criminosa, tentativa de homicídio e tráfico de drogas.

 

 

 

Nordeste Notícia
Fonte: g1

       
Curta nossa página!
   
Envie sua notícia, clique na imagem!