Os presos de Ipueiras foram transferidos para a capital nesta noite de domingo, 20 de janeiro de 2019.

A exemplo do que aconteceu em Ipu, Santa Quitéria, Nova Russas, Independência e Monsenhor Tabosa. O governo do estado vai desativar 80 cadeias públicas em situações precárias que serão reformadas ou construídas em outros locais.

A prioridade são construções de unidades regionais com padrões semelhantes a dos Estados Unidos com segurança máxima e sem comunicação com a parte externa. A situação do sistema prisional é deficitário e deplorável.

O governo fará grandes investimentos para atender a demanda carcerária. O Ceará hoje tem uma população carcerária de 23 mil presos e a capacidade é de 12 mil.

Os detentos ao chegarem em Fortaleza, irão passar por uma triagem no IPPS e depois serão remanejados para CPPLS ou a Carrapicho (que fica em Caucaia).

Nordeste Notícia

Comente com Facebook