O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), que cumpria agenda na cidade de Aimorés, no Sudeste do estado, está seguindo nesta quinta-feira para Janaúba, no Norte mineiro, onde um segurança ateou fogo numa creche municipal e deixou ao menos quatro mortos.

O governo estadual informou que dois helicópteros, um da PM e outro do Corpo de Bombeiros, saíram de Belo Horizonte rumo a Janaúba para ajudar no socorro aos feridos. Até o momento, algumas vítimas foram deslocadas para uma unidade hospitalar de Montes Claros, cidade próxima à Janaúba, que é referência no tratamento de queimaduras. O Hospital João XXIII, na capital mineira, já montou a estrutura para receber pacientes, que ainda não chegaram ao local.

Fernando Pimentel também determinou que todas as forças de seguranças do estado — polícias Millitar e Civil, além do Corpo de Bombeiros — ajudem a cidade no socorro às vítimas do incêndio. Além disso, disponiblizou a estrutura da Secretaria estadual de Saúde para a cidade.

A Polícia Militar, que mobilizou até agentes em treinamento para a ocorrência, confirma quatro crianças mortas até o momento. Várias outras estão com graves queimaduras, segundo a corporação. Já os bombeiros falam em seis mortos. Ainda não há informações precisas sobre o número de feridos.

Veja abaixo a nota enviada pelo governo do Estado:

Informamos que, tão logo tomou ciência da tragédia ocorrida nesta manhã em Janaúba, o governador Fernando Pimentel determinou de imediato a mobilização de todas as forças de Saúde Pública e de segurança do Estado – Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil – nas operações de resgate e salvamento. Um posto de comando emergencial foi instalado no local para alinhar todos os esforços dos órgãos públicos envolvidos. Informamos, ainda, que o governador Fernando Pimentel irá ao local ainda na tarde desta quinta-feira (05/10). A Secretaria de Estado de Saúde e a Fundação Hospitalar de Minas Gerais montaram uma operação especial para receber as vítimas, tanto em hospitais na região, quanto no Hospital João XXIII, se necessário. Toda a estrutura necessária, o que inclui aeronaves, veículos e demais equipamentos públicos, também foi colocada à disposição.

Nordeste Notícia
Fonte: G1

       
Curta nossa página!
   
Envie sua notícia, clique na imagem!