A cinco dias do primeiro jogo na olimpíada carioca, Fernando Prass, que se lesionou na segunda semana de preparação para os jogos, é cortado da seleção. Uma fratura no cotovelo direito frustra os planos de Micale e do veterano goleiro.

Um trauma. O corte do goleiro Fernando Prass, anunciado oficialmente na madrugada deste sábado pelo coordenador da base Erasmo Damiani, é rotina triste na história das competições mais importantes disputadas pela seleção brasileira. E representa também coincidência infeliz com a última olimpíada. Em Londres, há quatro anos, o goleiro Rafael, então no Santos, foi cortado às vésperas da disputa olímpica por lesão no cotovelo direito. Igual ao palmeirense.

A CBF deve anunciar até segunda-feira o substituto do goleiro do Palmeiras. Fernando Prass retorna neste domingo a São Paulo e vai iniciar tratamento, podendo passar até por cirurgia.

Fonte: globo.com

Comentários
   
Clique para entrar em contato.
 
Ajude-nos a crescer ainda mais curtindo nossa página!
   
Clique na imagem para enviar sua notícia!