Exame RT-PCR usa amostras respiratórias do paciente colhidas com “swab”, uma espécie de cotonete, pelo nariz e/ou pela orofaringe — Foto: Fernando Magalhães/Divulgação

Dados do IntegraSUS desta quinta-feira (21) revelam que todos os municípios do Ceará já realizaram testes para identificar o novo coronavírus em, pelo menos, quatro pacientes de cada cidade. Ao todo, 75.668 testes foram realizados em todo o estado, que soma mais de 31 mil casos e 2.043 óbitos por Covid-19, segundo números da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) atualizados às 14h26.

Fortaleza é a cidade cearense que tem o maior saldo de testes. A capital contabiliza 39.457 exames, o que corresponde a 52,1% do total.

PUBLICIDADE

Depois da capital, a cidade que mais realizou testes foi Sobral, no Norte do Ceará, com 2.841 exames. O município do interior tem mais de 800 casos da doença. Na sequência de exames, estão Caucaia (2.450) e Maracanaú (1.585), na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

As cidades com menos registros são Antonina do Norte, Granjeiro e Tarrafas, com quatro exames cada, além de Pacujá (6), Alto Santo (8), e Abaiara e Assaré (9).

Dos 184 municípios cearenses, apenas quatro não possuem registros de Covid-19: Altaneira, onde oito pessoas foram testadas para Covid-19; Granjeiro, no Cariri; Baixio (14 testes) e Umari (11 testes), na Região Centro-Sul. Juntas, elas somam 37 testes.

O dia 14 de maio marcou o recorde de exames realizados em 24 horas desde os primeiros casos confirmados da doença no Ceará. Ao todo, foram 3.391 pessoas testadas na data.


Tipos de testes ofertados

Entre os quatro tipos de exames ofertados no Ceará para diagnóstico da Covid-19, o RT-PCR foi o mais utilizado (47.179 exames). Nesse procedimento, o profissional de saúde recolhe amostras respiratórias do paciente com um “swab”, uma espécie de cotonete, pelo nariz e/ou pela orofaringe.

Já os testes rápidos, feitos por meio da coleta de sangue, totalizaram 26.696. As outras duas metodologias, a Quimioluminescência (1.748 exames) e ELISA (29 exames) também utilizam o sangue do paciente para detectar a presença de anticorpos.

Nordeste Notícia
Fonte: SVM

Comente com Facebook