Preso nos Estados Unidos, o ex-presidente da CBF José Maria Marin passa por um momento muito diferente do que estava acostumado aqui no Brasil e em suas viagens, tendo até que limpar chão de cela no presídio em que está.

Por causa de sua idade avançada (86 anos), Marin foi transferido do Centro de Detenção Metropolitano do Brooklyn, em Nova York, para um presídio de de segurança baixa na cidade de Allenwood, no estado da Pensilvânia.

De acordo com o Estadão, Marin tem uma lista grande de obrigações no presídio em que está nos últimos quatro meses.

O ex-presidente tem que acordar às 5h para uma contagem dos presos. O café da manhã é servido a partir das 6h e a cama tem que estar arrumada até 7h30.

Às 10h, nova contagem, e o almoço é servido 45 minutos depois. Uma nova contagem é feita às 16h e o jantar é servido em seguida.

Marin tem a obrigação de manter sua cela limpa, então ele tem a obrigação de varrer o chão e esvaziar a lata de lixo todos os dias.

O ex-presidente da CBF foi condenado a quatro anos de prisão por crimes de organização criminosa, fraude bancária e lavagem de dinheiro durante seu período na presidência da confederação, de 2012 e 2015.

Nordeste Notícia
Fonte: Yahoo Esportes

Comente com Facebook