Casal nasceu no mesmo dia e hospital e está junto há 17 anos
Casal nasceu no mesmo dia e hospital e está junto há 17 anos
Tudo começou em 15 de janeiro de 1989, quando Antônio Eduardo e Luzilane da Silva nasceram em Fortaleza, com poucas horas de diferença. O que ninguém imaginava era que os dois bebês que nasceram no mesmo hospital iriam se unir 16 anos depois. O namoro virou casamento, e hoje, aos 33 anos, eles têm dois filhos. O terceiro está em gestação.

As famílias dos dois sempre foram amigas e eles fizeram muitas comemorações juntos ao longo da infância, como aniversário e formatura do ABC. Eles estudaram na mesma escola, mas no início da adolescência, os dois fizeram novas amizades e acabaram se afastando um do outro. Mas o destino insistiu em juntar quem nasceu um para o outro.

Quando Eduardo e Luzilane completaram 16 anos, se reaproximaram e “engataram” o namoro. Cinco anos depois, aos 21, casaram-se e logo tiveram o primeiro filho.

Juntos há 17 anos, o técnico eletricista Eduardo e a auxiliar de escritório Luzilane são pais de um garoto que completa 11 anos neste sábado (12), data em que é celebrado o Dia dos Namorados, no Brasil. Eles também são pais de uma garotinha de cinco anos, e Luzilane está grávida, à espera de outra menina.

“A gente começou a namorar tínhamos 16 anos, e casamos aos 21 anos. E eu já estava grávida. E agora já estamos esperando o terceiro filho. A gente casou no dia do nosso aniversário, no dia 15 de janeiro. O meu filho mais velho vai fazer 11 anos no dia 12 de junho, dia dos namorados. Tenho uma menina de 5 anos e eu estou gestante, vou entrar no 9º mês”, conta Luzilane.

 

‘Obra de Deus’

 

Eduardo conta que se apaixonou por Luzilane muito antes de começarem o namoro e acredita que a história dos dois “foi obra de Deus”.

“O nosso romance já vem há um bom tempo. Iniciou através dos nossos pais. Como eles já se conheciam, eles tinham o costume de fazer churrasco no fim de semana, e isso fez com que eu a conhecesse . Naquele tempo eu já era danado. Quando eu a vi ela a primeira vez, eu quis tentar para ver se conseguia alguma coisa. A gente começou com um romancezinho leve, a gente era criança, mas eu já tinha entendimento”, disse Eduardo.

 

Eduardo e Luzilane têm dois filhos e esperam o terceiro.  — Foto: Reprodução

Eduardo e Luzilane têm dois filhos e esperam o terceiro. — Foto: Reprodução

Encontros escondidos

 

Mas há ainda mais coincidências na vida do casal. Eles cresceram morando no mesmo bairro. Tiveram festas conjuntas de aniversário até os 11 anos. E quando decidiram se casar, oficializaram a união no dia do nascimento deles. Logo na juventude, já apaixonados um pelo outro, eles tiveram ajuda de duas primas de Luzilane. A mãe dela não permitia o namoro por achar a filha jovem, mas as duas primas levavam e traziam recados de um para o outro, marcando encontros.

“A gente sempre morou no mesmo bairro, mas quando fomos crescendo, a gente fez novas amizades. A gente estudava na mesma escola. Na adolescência, cada um começou a fazer novas amizades e por isso que a gente não ficou mais tão próximo. Mas éramos amigos. Com 16 anos a gente começou a namorar e estamos juntos até hoje. A gente se casou no dia em que nascemos, inclusive. Comemoramos aniversário e casamento no dia 15 de janeiro”, disse Luzilane, aos risos.

 

Sobre as diferenças, Eduardo reconhece ter amadurecido no relacionamento e diz que não permite que qualquer ocasional problema que possa aparecer entre os dois não será suficiente para abalar o amor .

“Eu posso dizer que foi obra de Deus, porquê é muita coincidência nascer no mesmo ano, no mesmo hospital, questão de horas de diferença, então é obra do destino mesmo. O convívio em si faz com que a gente amadureça a cada dia. Todo casal tem suas qualidades e seus defeitos, e com o tempo de convívio que temos juntos, não vai ser uma coisa pequena que vai nos abalar”.

   
Curta nossa página!
   
Envie sua notícia, clique na imagem!