A justiça decretou a prisão temporária de Edvaldo Ribeiro da Rocha, acusado de ter assassinado a bala no dia 05 março, Amaro Ribeiro da Costa, no Sítio Lagoa dos Tavares, região serrana de Ipueiras. Edvaldo reside no Sítio Lagoa dos Tavares e Amaro, residia no distrito de Nova Fátima.

As investigações conduzidas pelo delegado de Polícia Civil Dr. Cleófilo culminou com o pedido de prisão do acusado. De acordo com as investigações, a motivação partiu do fato de que Edvaldo é padrasto da viúva, e que a esposa de Edivaldo (sogra da vítima) tinha um terreno de herança que seria dividido para seus filhos.

PUBLICIDADE

Edivaldo não estava conformado com a situação e que a partir disso, teria decidido a cometer o crime. O acusado já tinha feito ameaças a vítima, pelo que foi apurado nas investigações.

Comente com Facebook

Clique na imagem!