10/11/2014- São Paulo- SP, Brasil- O ex-presidente Lula se encontra com o governador eleito do Ceará, Camilo Santana (PT), no Instituto Lula. Foto: Heinrich Aikawa / Instituto Lula

O Ceará tem marcado a história do Brasil pelo seu pioneirismo. Foi assim na abolição dos escravos, na largada do projeto da transposição das águas do São Francisco e na política integrada de recursos hídricos, etc. Em 2022, pode sair daqui seu novo presidente: Tasso, Ciro ou Camilo Santana.

Quem diz é o ex-deputado, ex-diretor-geral do Dnocs e que foi preso político de 64, Eudoro Santana. Ao tomar anteontem a segunda dose da vacina contra a Covid, ele afirmou que, do alto dos seus 84 anos, fazia uma previsão. Pelo cenário e o andar da carruagem política, vê muito desgaste futuro para a direita e avalia que o centro tem tudo para ocupar espaços.

PUBLICIDADE

Eudoro incluiu seu filho, Camilo, nas opções e deixa claro que o faz não por seu herdeiro, mas por vê-lo com um ingrediente a mais: tolerância e exercício do diálogo. Bem, agora é combinar com a elite paulista e com Lula.

 

Segundo matéria do site CN7,  Lula tem desejo de lançar Camilo como cabeça de chapa para o Planalto pelo PT, sendo vice do cearense. A informação é da coluna de Luiz Carlos Azedo, do jornal Correio Braziliense.

“O assunto está sendo discutido pelo círculo mais próximo de aliados de Lula e já divide a cúpula petista. O ex-presidente tem revelado preocupação com o desgaste causado pela Operação Lava-Jato e pelo fato de que ainda está numa posição vulnerável, porque suas condenações foram anuladas, mas ainda não foi absolvido. Seu processo será retomado na Justiça Federal em Brasília, o que pode se tornar uma frente de erosão da sua candidatura. Além disso, está com 75 anos; caso fosse eleito, terminaria o mandato com 80 anos”, escreveu o colunista.

Ainda de acordo com o jornalista, o acordo de Camilo presidente e Lula vice, supostamente, “permitiria uma reaproximação com Ciro Gomes, cuja candidatura pelo PDT virou uma pedra no sapato de Lula, e também com o senador tucano Tasso Jereissati (PSDB-CE)”.

 

Comente com Facebook

Clique na imagem!