Ela é um dos maiores (se não for a maior) nomes do esporte brasileiro na atualidade. Amanda Nunes mostrou toda a superioridade na artes marciais mistas ao derrotar, com finalização no primeiro round, a australiana Megan Anderson, assegurando o cinturão peso-pena no UFC 259, disputado nesta madrugada, em Las Vegas (EUA). Ela ainda possui um segundo cinturão, este do peso-galo.

Amanda Nunes atropelou mais uma vez e manteve o cinturão do peso-pena. (Foto: Reprodução)

Em apenas 2 minutos de luta, ela dominou completamente a rival, não sendo ameaçada em nenhum instante. Por fim, com a australiana completamente dominada, aplicou uma chave de braço, obtendo mais uma vitória na carreira.

PUBLICIDADE

Esta foi a 12ª vitória consecutiva de Amanda, que possui a segunda maior sequência do Ultimate na atualidade, atrás apenas de Kamaru Usman, com 13.

Tentativa frustrada

Para se ter uma ideia de como é difícil manter dois cinturões, o nigeriano Israel Adesanya arriscou subir de peso e enfrentar o polonês Jan Blachowicz, pelos meio-pesados.

Por decisão unânime, o europeu levou a melhor e manteve o cinturão.
Confira todos os resultados do UFC 259

UFC 259
6 de março de 2021, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL:

– Jan Blachowicz venceu Israel Adesanya por decisão unânime (49-46, 49-45 e 49-45)
– Amanda Nunes venceu Megan Anderson por finalização aos 2m03s do R1
– Aljamain Sterling venceu Petr Yan por desclassificação aos 4m29s do R4
– Islam Makhachev venceu Drew Dober por finalização a 1m37s do R3
– Aleksandar Rakic venceu Thiago Marreta por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27)

CARD PRELIMINAR:

– Dominick Cruz venceu Casey Kenney por decisão dividida (28-29, 29-28 e 30-27)
– Kyler Phillips venceu Song Yadong por decisão unânime (triplo 30-27)
– Askar Askarov venceu Joseph Benavidez por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)
– Kai Kara-France venceu Rogério Bontorin por nocaute técnico aos 4m55s do R1
– Tim Elliott venceu Jordan Espinosa por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-25)
– Kennedy Nzechukwu venceu Carlos Ulberg por nocaute técnico aos 3m19s do R2
– Sean Brady venceu Jake Matthews por finalização aos 3m28s do R3
– Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico aos 3m39s do R1
– Uros Medic venceu Aalon Cruz por nocaute técnico a 1m40s do R1
– Trevin Jones venceu Mario Bautista por nocaute técnico aos 47s do R2

 

 

 

Nordeste Notícia
Fonte: Diário do Nordeste

Comente com Facebook

Clique na imagem!