O coordenador de imunização da Secretaria de Saúde da cidade de Icó, José Lucas Alves, foi autuado pela Polícia Civil por descumprimento ao decreto governamental, após promover uma festa de aniversário com música ao vivo e mais de 60 participantes em um sítio na cidade do interior do Ceará. O evento ocorreu na noite deste sábado (16).

A festa foi encerrada em uma ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar. Além do funcionário público, o pai dele, o irmão e uma funcionária municipal foram detidos. Decreto em vigor em todo o Ceará desde dezembro de 2021 proíbe festas e aglomerações.

PUBLICIDADE

Um vídeo gravado pelo delegado da Delegacia Regional de Icó, Glauber Ferreira, no momento que os agentes chegavam ao endereço, mostra dezenas de pessoas dançando e consumindo bebida alcoólica ao som de uma banda de forró.

O procurador-geral adjunto do município, Fabrício Moreira da Costa, afirma que apura o caso e vai “emitir posição de mérito” após receberem a cópia do termo circunstanciado de ocorrência (TCO).

Servidor da Saúde faz festa com aglomeração em Icó e é autuado pela polícia — Foto: Reprodução

Servidor da Saúde faz festa com aglomeração em Icó e é autuado pela polícia — Foto: Reprodução

Ainda segundo o procurador, o servidor justificou na noite de sábado, por telefone, que não promoveu aglomeração e que “comemorava o seu aniversário com poucos amigos de forma reservada”.

Fabrício ressalta que a “Secretaria de Saúde, a Procuradoria do Município e a prefeita Laís Nunes, têm utilizado os meios de comunicação, igualmente, a legislação em vigor para alertar e proibir esse tipo de evento festivo”.

Denúncias da festa

Conforme o delegado Glauber Ferreira, os agentes chegaram ao sítio após receberem denúncias de que uma festa com aglomeração e música ao vivo estava ocorrendo no sítio Piauizinho, a cinco quilômetros de distância da sede do município. No local, os agentes comprovaram a denúncia e verificaram que as pessoas também não usavam de máscara de proteção.

No momento da abordagem, segundo o delegado, várias pessoas pularam muro e fugiram.

Os policiais conduziram para delegacia o coordenador de imunização funcionário público que comemorava o aniversário de 26 anos; o irmão dele, que é produtor de eventos; o pai de 56 anos, e uma enfermeira de um hospital municipal.

Na unidade policial, foram registrados termos circunstanciados de ocorrência (TCO) contra as quatro pessoas, por descumprimento do decreto estadual que proíbe festas e aglomeração de pessoas em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Ainda de acordo com o delegado Glauber Ferreira, os demais participantes da festa, entre eles funcionários da Secretaria da Saúde, tiveram seus dados colhidos e também serão registrados TCOs contra eles. O caso vai ser investigado pela Delegacia Regional de Icó.

Nordeste Notícia
Fonte: SVM

Comente com Facebook

Clique na imagem!