Em campanha à reeleição para prefeitura de Crateús, o atual gestor do município, Marcelo Machado (SOLIDARIEDADE), vem dando um péssimo mau exemplo ao promover eventos com aglomerações.

Não se importando com o risco de transmissão do novo coronavírus; candidatos à vereador, correligionários e o prefeito, tem ignorado as normas sanitárias do Ministério da Saúde. Vários vídeos estão sendo compartilhados nas redes sociais na cobertura dos eventos. Nestes, há um desrespeito aos protocolos de distanciamento social, em que eleitores do candidato aparecem com a máscara no queixo e até mesmo sem o equipamento de proteção contra a covid-19.

PUBLICIDADE

Desde o período ainda da pré-campanha, o então candidato da situação já vinha desobedecendo as regras sanitárias e promovendo aglomerações. A situação perdura e vem colocando em risco a vida e a saúde de centenas de crateuenses.

Recentemente foi promovido mais um encontro, e este, provocou muita aglomeração e consumo de bebida alcoólica. O evento aconteceu na “Cachaçaria 76”. Cercado por militantes, o candidato caminhou, abraçou e pegou nas mãos dos eleitores sem se preocupar com o risco de disseminação da doença. Preocupação “0”.

Vale ressaltar, que os candidatos de Crateús firmaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), a fim de evitar aglomerações durante as campanhas eleitorais, mas o candidato Marcelo Machado insisti em descumprir.

De olho nas ações promovidas pelo grupo do “deixa o covid-19 entrar em sua casa”, o Ministério Público cancelou adesivaço agendado para acontecer essa semana.

A candidatura de Marcelo Machado está sendo marcada por promover aglomerações e por atos de rua em clima de micareta. Tornou-se um verdadeiro carnaval. Não havendo limites, bom senso e respeito para com o eleitor.

Comente com Facebook