A Polícia Federal no Ceará apreendeu diversos materiais de informática durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão em Fortaleza, na manhã desta sexta-feira (11). Ninguém foi preso. A ação faz parte da Operação Arquivo Proibido, que tem o objetivo de combater a posse, divulgação de imagens ou vídeos de pornografia infantojuvenil.

Em uma outra ofensiva da Operação, no dia 20 de agosto deste ano, policiais federais, ao cumprirem um mandado de busca e apreensão na cidade, prenderam em flagrante um homem de 25 anos, no momento em que transmitia imagens de crianças e adolescentes em cenas de abuso e exploração sexual.

PUBLICIDADE

Conforme a PF, a ordem judicial cumprida na capital foi expedida pela Justiça Federal do Ceará. Os materiais apreendidos serão encaminhados à Perícia Criminal da Polícia Federal para análise das informações.


Outras apreensões

A Operação Arquivo Proibido começou em agosto de 2019. As investigações são conduzidas pelo Grupo de Repressão aos Crimes Cibernéticos (GRCC) com a utilização de técnicas especiais de inteligência.

Em 12 de junho, a operação cumpriu dois mandados de busca e apreensão nos municípios de Massapê e Meruoca, na Região Norte do Estado. Em 3 de julho, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na capital. No dia 22 de julho, os policiais cumpriram mandado e apreenderam materiais de informática na Região Metropolitana de Fortaleza.

O delegado Paulo Henrique explica que o trabalho é realizado pelo monitoramento da internet e tem apoio de ONGs e polícias de outros países. “Constantemente são cumpridos mandados de busca e apreensão em residências e estabelecimentos”, afirmou o titular.

Comente com Facebook