A cidade de Sobral, na região norte do Ceará, já teve 26,4% da população infectada pelo novo coronavírus, a maior prevalência da doença em todo o Brasil. Já Fortaleza registra 20,2% de prevalência de pessoas com o agente infeccioso, terceiro maior índice do país.

Os dados referem-se às 133 cidades brasileiras abordadas pelo Estudo de Prevalência da Infecção por Coronavírus no Brasil (EPICOVID19-BR), maior levantamento sobre Covid-19 no país, realizado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) e divulgados nesta quinta-feira (2) por meio de coletiva do Ministério da Saúde.

As informações correspondem à terceira fase da pesquisa, coletada entre os dias 21 e 24 de junho. No total, 89.397 pessoas participaram do levantamento.

PUBLICIDADE

Sobral é um dos sete municípios cearenses que enfrentam isolamento social rígido em razão do aumento dos casos e óbitos de Covid-19. Até as 16h47 desta quinta, o município apresentava 6.978 diagnósticos da infecção, assim como 236 mortes, conforme a plataforma IntegraSUS.

Já Fortaleza, que encontra-se em processo de reabertura das atividades econômicas, já registrou, desde o início da epidemia, 35.899 casos da doença e 3.334 óbitos.

Covid-19 no Ceará

São 116.519 casos de Covid-19 registrados no Ceará até as 16h47 desta quinta-feira (2). Foram contabilizadas também 6.307 mortes, conforme a plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde (Sesa).

A marca de 6 mil óbitos foi ultrapassada nesta segunda-feira (29). 90.085 pessoas já se recuperaram da Covid-19 no Ceará. O IntegraSUS aponta que a letalidade da doença, proporção entre as taxas de casos e óbitos, está em 5,4%.

Fortaleza ainda é a cidade com maior número de casos no Estado, com 35.899 infectados pela doença e 3.334 óbitos. Em seguida, aparecem Sobral (6.978), na Região Norte, Caucaia (3.778) e Maracanaú (3.749), na Região Metropolitana.

As cidades de Sobral, Juazeiro do Norte, Iguatu, Tianguá, Crato, Barbalha e Brejo Santo estão em lockdown por decreto estadual, medida para combater a disseminação do vírus.

Há 66.284 casos suspeitos no Estado, ainda em investigação. Já foram realizados 290.892 exames para detectar o Sars-CoV-2 em todo o Ceará.

 

Veja outras informações da plataforma:

  • A taxa de ocupação das UTIs cearenses é de 75,76%;
  • A taxa de ocupação das enfermarias cearenses é de 47,29%.

Os números apresentados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Desde 1º de junho, o estado começou a implementar o plano gradual de retomada das atividades não essenciais suspensas desde 20 de março para conter a escalada da Covid-19. Os municípios do Ceará estão em diferentes estágios em relação ao plano conforme a gravidade do cenário da doença:

Veja como ficam as fases por cidade/região:

  • Fortaleza segue na fase 2 como previsto;
  • Região Metropolitana de Fortaleza continua na primeira fase;
  • Demais regiões seguem na fase de transição;
  • Cidades que ficam em lockdown: Sobral, Juazeiro do Norte, Iguatu, Crato, Barbalha, Brejo Santo e Tianguá.
Nordeste Notícia
Fonte: SVM

Comente com Facebook