O prédio da Câmra de Tianguá já havia sido interditado pela Defesa Civil do Município por apresentar falhas na estrutura — Foto: Arquivo pessoal

O teto do prédio onde funciona a Câmara Municipal de Tianguá, no interior do Ceará, desabou após chuva e ventos fortes. O prédio possui infraestrutura antiga e já apresentava rachaduras. Por conta disso, chegou a ser interditado pela Defesa Civil do Município, em 8 de maio. No momento do incidente ninguém se encontrava no local.

“O prédio tem uma estrutura bem antiga. Foi construído em meados de 1966”, explica o presidente da Câmara Municipal, Cléber Fontenele. “Há alguns dias foram detectadas rachaduras na parede externa e o muro, que dá acesso ao Plenário, estava cedendo. Chamamos os responsáveis para dar uma olhada e notaram que aquilo era um fato bastante preocupante”, ressalta.

PUBLICIDADE

Segundo ele, devido a pandemia, as sessões que aconteciam no Plenário estão ocorrendo de forma remota e, por isso, nenhum parlamentar estava no local no momento do incidente. “Quando formos realizar as sessões presenciais, faremos em um anexo, próximo daqui, onde fica guardado os arquivos, os documentos, enquanto se soluciona a questão do prédio atual”.

Volume de chuvas

Em Viçosa do Ceará, a cerca de 30 km, choveu 17,6 mm. Ao todo, seis das 10 cidades que compõem a Macrorregião da Ibiapaba registraram precipitações. Na manhã desta segunda, Tianguá ainda apresentou ventos de 16 km/h, segundo o Portal Clima Tempo.

Para hoje, a Funceme prevê nebulosidade variável com possibilidade de chuva em todas as regiões do Estado. Já para amanhã (26), devem haver chuvas isoladas na região Jaguaribana, no Cariri e no Sertão Central e Inhamuns. Já para quarta (27), há a possibilidade de chuva na faixa litorânea do Estado.

Nordeste Notícia
Fonte: G1

Comente com Facebook