Catedral Metropolitana de Fortaleza. — Foto: Alex Costa/Agência Diário

O arcebispo de Fortaleza José Antônio Aparecido Tosi Marques lançou uma circular com orientações para fiéis e igrejas com medidas de proteção contra o coronavírus. Ele pede que as pessoas mantenham distância razoável durante celebrações de missas e não deem as mãos para orar. Além disso, a comunhão com a hóstia deve ser oferecida nas mãos em vez de na boca dos fiéis, por exemplo.

O Ceará tem três casos confirmados de coronavírus e 87 em investigação, conforme dados mais recentes divulgados pela Secretaria da Saúde do Ceará. O Ministério da Saúde atualizou na tarde desta segunda-feira (16) os números da doença no país, que chegaram a 234 casos.

PUBLICIDADE

A Caminhada Penitencial, rito praticado durante a Quaresma que estava previsto para este domingo (15) foi cancelado conforme as orientações da Arquidiocese de Fortaleza.

Entre as mudanças na rotina das celebrações litúrgicas orientadas pelo arcebispo estão:

Igrejas e ambientes de reunião devem ser bem higienizados e ter álcool gel disponível;
Manter distância razoável entre as pessoas;
Não dar as mãos para oração e não realizar abraço da paz;
Hóstia oferecida na mão;
Purificação do cálice e patena feita pelo mesmo sacerdote que preside a Eucaristia, evitando passar o cálice a outros;
Idosos e enfermos estão dispensados do preceito, devendo permanecer em casa.

“Todo cuidado será em benefício da não contaminação viral neste momento de apreensões. Usar sempre o bom senso. Assim está fazendo a igreja onde vai chegando a contaminação com o coronavírus. Todos devemos ir seguindo as orientações das autoridades sanitárias”, pontuou o arcebispo.

Sobre programações futuras do período da Quaresma, Tosi afirmou que vai “seguir as recomendações que forem necessárias”.

Nordeste Notícia
Fonte: SVM

Comente com Facebook

Clique na imagem!