O ex-prefeito de Missão Velha, Tardiny Pinheiro, é alvo de mandado de prisão decretada pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), que realizou operação na manhã desta terça-feira, 12, no Município. O MPCE, entretanto, não confirmou a prisão de Pinheiro.

As investigações apontam para um esquema de corrupção na gestão do ex-prefeito, configurado pelo desvio de mais de R$ 7 milhões, repassados da Prefeitura para uma empresa de assessoria e digitação de forma irregular.

PUBLICIDADE

Outros dois mandados são destinados a duas ex-secretárias de Pinheiro. Também está em andamento o cumprimento de sete mandados de busca e apreensão, inclusive na sede da Prefeitura de Missão Velha.

Tardiny Pinheiro já havia recebido condenação por improbidade administrativa pelo Ministério Público em 2016.

Os promotores de Justiça responsáveis pela operação ainda estão em diligências para o cumprimento das prisões. A operação é feita pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público.

Nordeste Notícia
Fonte: O Povo

Comente com Facebook

Clique na imagem!