Ao lado da caçamba de lixo havia entulhos e um colchão enrolado com marcas de sangue ( Foto: Divulgação Vc Repórter )
Ao lado da caçamba de lixo havia entulhos e um colchão enrolado com marcas de sangue ( Foto: Divulgação Vc Repórter )

Um homem foi encontrado morto enrolado em um colchão, no bairro Praia de Iracema, na noite desta terça-feira (21). De acordo com a Perícia Forense do Ceará (Pefoce), o corpo apresentava marcas de violência. A vítima ainda não foi reconhecida,  pois não portava documentos de identificação.

A Polícia que fazia o patrulhamento na Rua dos Tabajaras, próximo às obras do Aquário, avistou um colchão enrolado ao lado de uma caçamba de lixo. Ao descerem da viatura, os agentes de segurança se depararam com os pés de um corpo humano fora do colchão. A Pefoce foi acionada para o local. Veículos do Batalhão de Policiamento Turístico do Ceará (BPTUR), Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) e do Batalhão de Policiamento Comunitário (BPCOM – Ronda do Quarteirão) também estiveram presentes durante a ocorrência.

PUBLICIDADE

Ao chegar ao local, uma equipe da perícia examinou o local, abriu o colchão e tirou as amarras que estavam em volta. O cadáver era de um homem, com idade em torno de 30 anos, com uma tatuagem no braço direito e que apresentava um disparo na cabeça. A Pefoce estima que a vítima estava morta há cerca de oito horas.

O colchão, sacos e utensílios para amarrar o corpo foram levados para análise no Instituto Médico Legal (IML). Nas investigações, a Polícia Militar cogita na hipótese de “desova”. O caso está a cargo da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Nordeste Notícia
Fonte: Diário do Nordeste/TV Diário.

Comente com Facebook

Clique na imagem!