Ataques criminosos continuaram pela sexta noite seguida no Ceará. Ônibus foram incendiados na capital e nos municípios de Aracati e Maranguape, na Grande Fortaleza, na noite desta segunda-feira (7). O carro de uma autoescola também foi queimado e um homem ficou ferido. Na madrugada desta terça-feira (8), foi registrada uma explosão em uma ponte no município de Caucaia.

Desde quarta-feira (2), ocorreram 159 ações contra coletivos, prédios públicos, comércios e agências bancárias. A Força Nacional foi chamada para reforçar a segurança e enviou, inicialmente, 300 agentes. Nesta segunda-feira, o governo anunciou que outros 200 policiais da Força Nacional seriam enviados para o estado devido à continuação dos ataques. Pelo menos 106 agentes desse efetivo extra já chegaram ao Ceará para atuar nas ruas.

O governador Camilo Santana informou nesta terça-feira que a polícia capturou 168 pessoas envolvidas nos crimes. Vinte prisões ocorreram nas últimas horas, segundo o governador. “Outras [pessoas] estão em investigação e poderão ser presas a qualquer momento”, disse.

Ações na capital

Em Fortaleza, dois ônibus foram incendiados na região da Grande Messejana na noite de segunda. O primeiro caso aconteceu por volta das 21h, no Bairro Pedras. Já o segundo caso foi às 22h, na Rua Joaquim Machado, no Bairro Parque Santa Rosa. Não há informações sobre feridos.

Apesar dos novos ataques, o sindicato das empresas de ônibus da capital diz que a frota vai circular normalmente nesta manhã. Na madrugada desta terça, os veículos chegaram a ser recolhidos.

O carro de uma autoescola também foi incendiado em Fortaleza. O instrutor, que estava no veículo, teve queimaduras e foi levado para um hospital.

Criminosos tentaram explodir uma ponte na cidade de Caucaia durante a madrugada desta terça-feira — Foto: Kilvia Muniz/Sistema Verdes Mares

Criminosos tentaram explodir uma ponte na cidade de Caucaia durante a madrugada desta terça-feira — Foto: Kilvia Muniz/Sistema Verdes Mares

Ataques na Região Metropolitana

Na madrugada de terça, segundo a Polícia Militar, criminosos explodiram uma bomba na Ponte dos Tapebas, situada na BR-222, no município de Caucaia. O ataque ocorreu por volta das 2h e danificou parte da estrutura.

Na cidade de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, um micro-ônibus que fazia a linha Pau Serrado/Tabatinga foi incendiado durante a noite, na rodovia CE-065. O trânsito no local ficou congestionado. De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos fugiram.

Na segunda, lojas foram fechadas na Grande Fortaleza após ameaça de criminosos. Em Chorozinho, município a cerca de 70 km de Fortaleza, houve ataque a lojas na madrugada de segunda. Além de incêndios, os criminosos passaram pelas ruas atirando contra diversos pontos comerciais.

Ceará registra série de ataques criminosos — Foto: Infográfico: Juliane Monteiro/G1

Ceará registra série de ataques criminosos — Foto: Infográfico: Juliane Monteiro/G1

No interior do estado

Em Aracati, a 150 km da capital, um ônibus foi incendiado próximo à rodoviária, na Rua Coronel Alexandrino, na noite desta segunda. O fogo teve início por volta das 23h, quando moradores chamaram o Corpo de Bombeiros. O veículo ficou destruído.

Motivação dos ataques

Loja de revenda de motocicletas foi atacada na madrugada desta segunda-feira, no bairro Couto Fernandes, em Fortaleza — Foto: José Cruz

Loja de revenda de motocicletas foi atacada na madrugada desta segunda-feira, no bairro Couto Fernandes, em Fortaleza — Foto: José Cruz

De acordo com uma fonte do Serviço de Inteligência da Secretaria da Segurança ouvida pelo G1, membros de duas facções rivais fizeram um “pacto de união”, com o objetivo de “concentrar as forças contra o Estado”. Em pichações em prédios públicos de Fortaleza, criminosos escreveram que “não vão parar até o secretário sair”. “Fora Mauro Albuquerque”, diz a mensagem.

Nordeste Notícia
Fonte: G1

Comente com Facebook