A torcida preparou a festa, incentivou e gritou, mas o Fortaleza ficou no empate em 1 a 1 com o CSA e adiou o sonho do título da Série B do Campeonato Brasileiro. Dodô e Hugo Cabral marcaram para o Leão e para o Azulão, respectivamente. A equipe de Rogério Ceni sofreu com a marcação adversária, que soube enquadrar o ataque do time cearense. A Arena Castelão recebeu a partida nesta terça-feira (6). Com acesso à Série A garantido antecipadamente, o Tricolor do Pici segue na busca pela conquista.

Com 35 rodadas, o Fortaleza segue líder da competição com 65 pontos. São 19 vitórias, oito empates e oito derrotas na competição. O Leão tenta conquistar o título novamente no próximo sábado (10) quando enfrenta o Avaí, 4º na tabela. A partida será na Ressacada, às 17h30 (horário de Brasília).

O jogo

Os minutos iniciais foram de muita velocidade. O CSA buscou avançar mais pelo meio, enquanto o Tricolor chegou pelas laterais, encontrando dificuldade na boa marcação adversária. Algumas chances vieram na bola parada com Nenê Bonilha e Jussani. Bem marcado, Gustavo pouco conseguiu levar perigo. Marcinho também buscou abrir o placar, mas sem sucesso. O ritmo da partida diminuiu. O CSA se fechou na defesa e ocupou bem os espaços do campo.

A equipe alagoana estava apática no ataque, até o chute perigoso de Hugo Cabral. Com um jogo truncado no meio para os dois times, qualquer vacilo seria crucial para sair na vantagem. Da linha do meio do campo, o zagueiro Jussani fez lançamento para Dodô, que infiltrou na defesa do Azulão na grande área. O camisa 10 do Leão dominou a bola no peito, arrumou no pé e balançou a rede, fazendo o 1 a 0, resultado que seguiu até o fim do primeiro tempo, aos 47 minutos.

No segundo o tempo, o Tricolor do Pici seguiu mantendo o forte ritmo de pressão no adversário. Dodô e Marcinho comandaram as ações ofensivas. O Leão apertou ainda mais a marcação mas, aos 11 minutos, após receber lançamento e Ligger se complicar no lance, Hugo Cabral chuta e manda a bola na trave, e quase consegue o empate para o time alagoano.

Equipe alagoana seguiu pressionando, avançando pela lateral esquerda do campo. Hugo Cabral foi muito acionado. Em bola desviada de escanteio, o atacante do Azulão sobe e empata para o CSA aos 36 minutos. O Leão seguiu tentando se ajustar no ataque. Gustavo foi acionado, mas continuou sofrendo com a marcação. O Tricolor seguiu pressionando e quase chegou a virar o placar, mas não conseguiu até o fim do jogo, aos 49 minutos.

Fortaleza x CSA
Público pagante: 46.630
Não pagante: 910
Renda: R$ 927.421,00