Em duelo direto na luta contra o rebaixamento, o Ceará levou a pior. Apesar de ter saído na frente no placar, o Alvinegro sofreu gol nos acréscimos do segundo tempo e perdeu para o Bahia por 2 a 1, na Fonte Nova, e pode terminar a 34ª rodada do Campeonato Brasileiro na zona de rebaixamento.
O Vovô voltará ao Z-4 caso a Chapecoense vença o Botafogo, nesta quinta-feira, 15, às 16 horas (horário de Fortaleza).
Mais que a chance de entrar na zona de rebaixamento, é preocupante a queda de desempenho do Alvinegro, que acumula seu terceiro jogo seguido sem vitória e justamente no momento de afunilamento do campeonato. Agora restam apenas quatro rodadas, em que a equipe de Lisca terá que mostrar poder de reação para escapar da degola.
O Ceará volta a campo na próxima segunda-feira, 19, para enfrentar o Fluminense, às 19 horas (horário de Fortaleza), no Maracanã.
O JOGO
O Ceará se comportou bem nos primeiros 20 minutos, com organização, compactação defensiva e boa disposição tática. Prova disso é que no primeiro ataque, o Alvinegro chegou ao gol. Aos 7 minutos, Samuel Xavier recebeu excelente lançamento de Ricardinho e cruzou na medida para Calyson empurrar pro gol.
Acontece que, após o gol marcado, o Alvinegro recuou demais e foi bastante passivo a pressão imposta pelo Bahia, que no primeiro tempo teve muito mais posse de bola (64% x 36%) e finalizou mais (13 x 3). Tamanha pressão resultou no empate do time da casa.
Aos 43 minutos, Elton cruzou na medida para Zé Rafael subir nas costas de Samuel Xavier e, de cabeça, mandar para as redes.
Na sequência o Ceará encaixou um raro contra-ataque, em que Arthur foi lançado por Everson e finalizou para defesa do goleiro Douglas. Apesar de não ter conseguido o gol, o lance mostrou que, após o empate, o Alvinegro precisaria voltar para a segunda etapa com maior disposição ofensiva. Mas isso não aconteceu.
Na etapa final, o Alvinegro apenas se defendeu e simplesmente abdicou de atacar, mostrando aparente satisfação com o empate, enquanto o Bahia se mostrou disposto a vencer o jogo e pressionou em busca do gol. O Ceará não conseguiu realizar nenhuma finalização sequer no gol, enquanto o Tricolor criou muitas oportunidades e foi coroado aos 47 minutos do 2º tempo, com gol de letra do atacante Edigar Junior.
Nordeste Notícia
Fonte: O Povo/André Almeida

Comente com Facebook