Image-0-Artigo-2452960-1
A concentração de romeiros em Juazeiro do Norte aumenta dia a dia, desde o mês passado, com a celebração final neste sábado (15) ( Foto: Antonio Rodrigues )

Juazeiro do Norte. De 25 de agosto a 15 de setembro, a expectativa é que mais de 200 mil pessoas passem pela Terra do Padre Cícero, durante a Romaria de Nossa Senhora da Dores, a segunda mais popular do Município. Na tarde desta sexta-feira (14), os romeiros vão às ruas na popular “Procissão dos Transportes”, quando os veículos dos visitantes se enfeitam e colorem a cidade festejando a padroeira.

A concentração da procissão acontece às 14h, no 2º Batalhão da Polícia Militar. Em seguida, acontece a bênção e o trajeto é iniciado até a Basílica de Nossa Senhora das Dores. Os ônibus e carros costumam ser enfeitados com fitas, flores e estátuas da padroeira e do Padre Cícero. No ano passado, mais 500 veículos foram inscritos no concurso que elege os mais bonitos.

A movimentação em Juazeiro do Norte começou a crescer a partir do dia 10 de setembro. Diariamente, há celebrações religiosas e procissão mariana pelos bairros e comunidades locais. “A cidade está lotada, mas está bem tranquila”, acredita padre Cícero José da Silva, pároco da Basílica de Nossa Senhora das Dores.

Apesar de não registrar nenhum incidente em Juazeiro do Norte, o acidente que vitimou quatro romeiros, no último sábado (8), em Crato, está sendo lembrado pela Igreja. “Acompanhamos familiares das vítimas e feridos. O show do chapéu foi cancelado em memória destas pessoa”, explicou.

O secretário de Turismo e Romaria, Júnior Feitosa, informa que mais de 200 pessoas de diversas pastas estão dando apoio aos romeiros. Em vários pontos de visitação, há servidores orientando os visitantes. Nestes locais, também há postos de saúde para atendimento. “Estamos distribuindo, junto com a Igreja, a programação em um leque, porque nessa época é muito quente. Eles amenizam o calor e acompanham a programação”, garante.

“Estou com 21 viagens”, conta orgulhoso o aposentado Severino João da Silva, romeiro de São Joaquim do Monte (PE). Todo ano ele participa da romaria e acredita que o número de visitantes tem diminuído por causa da crise econômica e do preço da viagem. Mas não desanima: “eu venho porque eu gosto. Tenho fé. É um lugar bonito. Tem muita coisa pra gente ver, lugares pra visitar”, justifica.

Programação

14 de setembro (Sexta-feira)

Procissão dos Transportes
2º BPM – 14h
Procissão Mariana
Prefeitura Municipal – 18h

15 de setembro (sábado)

Missa na Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores – 5h; 7h; 9h e 15h
Missa na Capela do Socorro – 7h
Despedida dos Romeiros (bênção do chapéu)
Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores – 12h
Procissão Solene
Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores – 17h
Encerramento com a Bênção do Santíssimo – 18h30
Show Pirotécnico – 19h

Nordeste Notícia
Fonte: Diário do Nordeste/Antonio Rodrigues