Feliz pelo sucesso pessoal do jogador, mas indignado com o desfalque que o Flamengo terá em alguns jogos. Assim Eduardo Bandeira de Mello reagiu à convocação de Lucas Paquetá para a seleção brasileira. Após o anúncio de Tite, o presidente rubro-negro manifestou seu descontentamento.

– Tentamos agir antes e solicitamos que nenhum dos clubes envolvidos na semifinal da Copa do Brasil tivesse jogador convocado. Eles ouviram, entenderam, e fizeram isso. Estamos completamente indignados. A CBF não está nem aí para os clubes, eles só pensam em ter o jogador lá treinando.

– Ficamos felizes pelo Paquetá, claro. É um atleta que tem seu talento reconhecido, mas poderia ser convocado em outras oportunidades, como para a Copa do Mundo. Não um amistoso totalmente inexpressivo contra El Salvador, onde corre o risco de não ser nem escalado – completou.

A lista de convocados da seleção brasileira para os amistoso contra Estados Unidos e El Salvador, nos dias 7 e 11 de setembro (Foto: Divulgação / CBF)
A lista de convocados da seleção brasileira para os amistoso contra Estados Unidos e El Salvador, nos dias 7 e 11 de setembro

Paquetá perderá três jogos enquanto estiver à disposição da Seleção: Internacional, fora, e Chapecoense, em casa, pelo Brasileiro, e o jogo de ida contra o Corinthians pela semifinal da Copa do Brasil, ainda sem mando definido. A equipe paulista não terá Fagner, mas Bandeira acredita que acabou beneficiada pela lista de Tite.

– O Palmeiras acabou beneficiado, assim como o Corinthians. Eles vão ficar sem o Fagner e nós sem o Paquetá. Quem faz mais falta? O São Paulo foi beneficiado, o Internacional… Clubes que não serão desfalcados.

Sobre uma possível retaliação da CBF por vetos do clube a convocações de Vinicius Junior recentemente, Bandeira preferiu não opinar.

– Não posso avaliar, deixo para vocês. O que posso dizer é que estou indignado.

Fonte: Globoesporte.com

Comente com Facebook