Na casa de um dos suspeitos foram encontradas habilitações falsas, máquinas de cartão de crédito e material para falsificação de documentos

Material apreendido na casa de um dos suspeitos. (Foto: Lia Bruno)
Uma quadrilha foi presa na última semana acusada de aplicar golpes em centros comerciais de Fortaleza. A investigação foi iniciada em março deste ano, quando a proprietária de uma clínica de estética procurou o 2º Distrito Policial (DP) e relatou ter sido vítima de um golpe praticado por um casal. O estebelecimento sofreu um prejuízo de quase R$ 15 mil.
Lianne Charlene Silva de Moura, de 36 anos, e Antônio Moreira da Silva, de 55, foram à clínica em janeiro deste ano para realização de procedimentos estéticos. Com uma extensa ficha criminal, os dois já tinham passagem por estelionato, crime contra a fé pública e organização criminosa. De acordo com o delegado do 2º DP, Pedro Viana, eles teriam feito o pagamento através de cheques extraviados e pré-datados, que culminou na demora da vítima em descobrir o golpe.
No decorrer das investigações, foram descobertas outras pessoas que faziam parte da organização, além de diversos golpes aplicados em redes de lojas de móveis na capital.
Na casa de Lianne Charlenne, foram encontradas habilitações falsas, máquinas de cartão de crédito e material para falsificação de documentos, como impressoras e computador. Além dela, seu atual companheiro, Wagner de Souza, de 36 anos, e mais dois homens, identificados como Roberto Sérgio Costa Melo, de 47, e João Arruda da Silva, de 48 anos, também foram presos. Antônio segue foragido.
Por Lia Bruno
Fonte