Aconteceu neste final de semana o Ciclotur Serra das Almas, na cidade de Crateús, atividade organizada pela SingleTrack – Org.  Edilberto e  contou com a presença de Ciclistas de Das cidades de Fortaleza, Crateús, Tamboril e representando a cidade de Ipueiras o Ciclista Paulo Aragão.

Confira agora o relato deste final de semana incrível recheado de aventuras.

1° dia, Crateús a Reserva Natural e Trilha do Lageiro 65 km.

Após chegada em Crateús, na madrugada do sábado, 05 maio, banho e café no Hotel Cavalcante, e nos concentramos e partimos para nosso 1º dia de Ciclotur. As 07:30hs partimos da igreja matriz, e pegamos as trilhas de estradões e estradinhas passando por Quirino, Ipojuca, Caldeirão dos Galdinos Xavier até chegarmos ao povoado de Queimadas, onde tivemos uma parada para hidratação e alimentação, por volta de 10:15hs, com 42 km já percorridos.

Em seguida partimos com o objetivo de subir a serra das Almas pelas localidades de Salgado e Buritizinho, onde pegamos um trecho de singletrack e em seguida uma estradinha com muitas pedras e valas, onde tivemos que empurrar nossas bikes. Após 3 km os trechos tornaram se pedaláveis e após 6 km com trechos de areial, chegamos ao portão da Reserva Natural Serra das Almas, onde os guarda guias nos esperavam. Agrupamos e pedalamos mais 8 km para chegar até a sede da reserva, onde nos acomodamos, almoçamos e no fim da tarde fomos conhecer a trilha do Lageiro e o observatório. Terminamos o primeiro dia com 65 km de pedal. A noite, jantar, e em seguida apresentação da reserva ambiental desde a sua origem até a suas finalidades. Depois todos pernoitaram.

Após noite de frio na Serra das Almas, contemplamos o amanhecer na reserva e tomamos um belo café da manhã. As 7:30 hs saímos para conhecer a trilha das Arapucas, e seus dois mirantes, através de 12 km de singletracks. Em seguida partimos para a trilha da Gameleira, uma arvore secular, então foram mais 16 km de estradinhas e singletracks. Retornamos para a sede e fomos fazer um trekking para conhecer a trilha dos macacos, com seu mirante e suas nascentes e aproximadamente 2km de distancia total. no retorno ainda passamos para o batismo na nascente do riacho melancia, onde nos refrescamos com água natural geladinha. Meio dia e meio estávamos prontos para o almoço, que logo aconteceu.

Após breve descanso, colocamos as bolsas no carro de apoio de bagagens e partimos para voltar para Crateús pela trilha da encosta, trilha bastante perigosa, muito íngreme, cheia de obstáculos, onde foi impossível pedalar, mas nos possibilitava chegar mais rápido ao Centro Ecológico da reserva após 7 km na parte de baixo da serra. Parada rápida no centro ecológico, onde tivemos informações do meliponário, do fogão ecológico e forno solar. Nos despedimos da equipe de guardas e pegamos nosso percurso rumo a Crateús, por trilhas de estradões e estradinhas, passando no Poty e Quirino, totalizando ao fim do dia 75 km de pedal. As 17:15 hs chegávamos onde nosso ônibus nos aguardava em Crateús e retornamos para Fortaleza.

GALERIA

 

 

Nordeste Notícia