Equipe Dr Bruno Rocha.

Uma equipe da polícia civil comandada pelo competente delegado Dr Bruno Rocha e inspetores Rômulo, Fernandes e João Filho, realizaram na manhã desta sexta feira 20/04/2018, mais um grande trabalho no município de Ipueiras, elucidando a autoria de um homicídio e prendendo os principais acusados de serem os autores.

Entendam o caso :
O crime aconteceu no mês de março de 2018, no município de Ipueiras, onde a vítima foi :. Juvenal Sales Ximenes, 31 anos, pedreiro, residente no Bairro Carnaúbas em Ipueiras, o qual foi morto a pauladas.
No dia do crime a polícia conseguiu prender o indivíduo:. Francisco Diones Sales de Sousa, 21 anos
( primo da vítima), residente no Bairro Carnaúbas.
No dia da prisão , Francisco Diones foi autuado em flagrante e mandado para a cadeia pública onde se encontra preso.
Prisões:. O Delegado Dr Bruno Rocha passou a investigar o caso , e chegou a identificação dos demais envolvidos no crime.
O delegado representou pelas prisões dos acusados, e o juíz acabou decretando as prisões preventivas para os acusados , que na manhã desta sexta feira (20/04) foram presos e identificados como sendo:
1° José Antônio Gomes do Nascimento.
2° José Renato Alves de Oliveira.
3° Francisco Ronaldo Lopes de Sousa.
Obs: todos são residentes no município de Ipueiras.
Segundo o delegado Dr Bruno Rocha, dois dos presos, confessaram autoria do crime e disseram ter matado a vítima a pedradas e pauladas.
Ainda segundo Dr Bruno Rocha, o motivo do crime teria sido porque a vítima já teria agredido um.dos envolvidos no caso o José Antônio, porém a polícia suspeita que tenha havido desentendimento antes do crime entre a vítima e os autores.
Após serem presos , o trio foi encaminhado para a cadeia pública de Ipueiras onde se encontram recolhidos a disposição da justiça.
Detalhes:. O Delegado Dr Bruno Rocha é o delegado titular da delegacia de polícia civil de Nova Russas e atualmente se encontra respondendo pela delegacia de polícia do município de Ipueiras em substituição a Delegada Dra Vanessa que foi transferida para a cidade de Fortaleza.
Ronaldo e José Antônio (acusados).
Renato (acusdoa).
Nordeste Notícia