Ex-jogador do Corinthians, hoje no Nagoya Grampus, do Japão, o atacante Jô move na Justiça um processo contra a apresentadora Renata Fan, da TV Bandeirantes. O jogador pede uma indenização no valor de R$ 100 mil por danos morais.

Jô usou o braço para marcar um gol contra o Vasco no ano passado (Foto: reprodução/vídeo)

Jô reclama de uma comparação feita pela apresentadora após a vitória do Timão por 1 a 0 contra o Vasco, no Brasileirão do ano passado, quando o jogador fez um gol usando o braço. O jogador acusa a apresentadora de ter lhe comparado com um ladrão em comentários feitos por ela.

– Eu pergunto para você, Denilson: “Você roubou o meu anel?”. Você vai falar: “Renata, claro que não”. Aí uma câmera na minha casa mostra que você roubou. Aí eu falo assim: “Não, Denílson, mas a câmera da minha casa mostra você pegando meu anel”. Aí você fala: “Ah, é mesmo, roubei”. Então, o que a gente está falando é de ter iniciativa, de falar a verdade sempre, não porque os outros estão pressionando – disse a apresentadora de TV, no programa de 18 de setembro.

No processo instaurado no Tribunal de Justiça de São Paulo, advogados de Jô alegam que a apresentadora “injuriou e difamou” o jogador. Dizem ainda que os comentários feitos por ela foram “de mau gosto, sujeitando a pessoa ao ridículo”.

Em entrevista à ESPN Brasil, no ano passado, Renata Fan pediu desculpas públicas ao jogador.

– O que eu quis dizer é que Jô deveria se retratar, o que ele fez depois, e fico feliz. Usei a palavra roubar e acho que poderia ter usado outra palavra. Hoje, se eu tivesse uma segunda chance, não usaria esse termo (…) Gostaria de me desculpar com o Jô se ficou algum mal-entendido, mas jamais queria ofender uma pessoa que teve um ano excepcional – declarou a apresentadora.

Fonte: Espn.com