O atleta cearense Alexandre Teles da Silva, estrela da equipe da academia Boxe Thai de Nova Russas, no interior do Ceará, recebeu a medalha de ouro na categoria sênior, com peso até 63,5 KG, no campeonato promovido pela World Muay Thai Federation, na Tailândia, finalizado nesta segunda-feira (19).
Campeão Brasileiro na mesma categoria, Alexandre foi convocado pela Confederação Brasileira de Muay Thai (CBMT).
Na noite da última sexta-feira, 16 de março (já sábado 17, no Brasil), Alexandre nocauteou seu adversário, um atleta da Tunísia, com menos de um minuto de luta.
O nocaute pode ser conferido no vídeo postado no Facebook da CBMT:https://www.facebook.com/confederacaobrasileirademuaythai/.

“Me preparei muito para estar aqui. Foi muito sacrifício, mas levar essa medalha de ouro para a minha cidade compensou tudo”, afirmou o atleta, que dedicou a vitória a seu treinador, José Alberto Rodrigues, da academia Boxe Thai de Nova Russas, e ao irmão dele, o Grão Mestre Luiz Alves, um dos introdutores do esporte no Brasil, falecido em 19 de março de 2010.

Morador de Nova Russas, no sertão do Crateús, Alexandre treina o esporte há 9 anos, com o técnico José Alberto. Em 2017, conseguiu sagrar-se campeão brasileiro em sua categoria, mas achou que viajar para a Tailândia, para disputar o mundial, era um sonho distante.

“Juntando passagem aérea, inscrição e demais despesas, eu precisava de cerca de R$ 8 mil para conseguir competir. Achei que não ia dar”, conta o atleta, que trabalha como técnico em uma empresa de telefonia celular do interior do Ceará.
Em janeiro deste ano, no entanto, os moradores de Nova Russas se mobilizaram e fizeram uma campanha de arrecadação de recursos.
“Cada um deu o que pôde. Fizemos até rifa para conseguir juntar os recursos. Mas, de pouquinho em pouquinho, conseguimos comprar as passagens aéreas e o dinheiro que ele precisava para estadia e alimentação. O povo ajudou. Mas dos políticos, da prefeitura e da secretaria de esportes não recebemos nem um tostão”, disse José Alberto.

“Eu agradeço a cada novarussense que me ajudou. Teve gente que deu R$ 10, que era o que podia. Teve gente que podia ajudar mais, mas não ajudou. Mas com o esforço de tantos amigos conseguimos conquistar esta medalha, que não é apenas minha, mas de Nova Russas”, afirma o campeão mundial.

Casado e pai de uma menina, o atleta trabalha como técnico instalador de equipamentos em antenas de celulares no Sertão. Divide o dia a dia pesado, pendurado em antenas altas e com o sol escaldante na cabeça, com treinos diários, algumas vezes duas vezes por dia.

“Além de ter um chute forte, demolidor mesmo, e um jeb (soco) certeiro, Alexandre é muito resistente. Como a gente diz no mundo da luta, é um atleta casca-grossa. Eu tinha certeza que ele conquistaria essa medalha de ouro. Era só uma questão de ter oportunidade”, explica o treinador José Alberto.

Alexandre Teles embarcou na manhã desta segunda-feira, 19 de março, em Bangkok, para o Brasil, em um vôo com conexão em Londres. Sua chegada a Fortaleza está prevista para esta terça-feira, 20 de março, às 13h20, no vôo JJ3574, da Latam, seguindo diretamente para Nova Russas.

Nordeste Notícia com informações do Radialista Denes Lima

Comente com Facebook