A independência do estado da Catalunha pode provocar a rescisão imediata de Lionel Messi com o Barcelona. Tal possibilidade foi uma exigência do craque e está prevista no contrato assinado em novembro do ano passado. A informação foi divulgada em primeira mão na edição de sexta-feira do jornal espanhol “El Mundo”.

O novo vínculo permite que Messi seja desligado do Barcelona sem a necessidade de pagar os €700 milhões (R$ 2,7 bilhões) de multa caso o Barcelona não dispute “uma liga europeia de primeiro nível”. De acordo com a notícia, tratam-se dos campeonatos Espanhol, Alemão, Francês e Inglês.

O Barcelona confirmou a existência da cláusula e a possibilidade de Messi “ficar livre” caso a Catalunha se torne independente, mas disse ter interpretado a atitude do craque argentino como “um gesto de compromisso”.

A Lei do Esporte da Espanha prevê a exclusão do Barcelona do Campeonato Espanhol em caso de independência.

Fonte: Globoesporte.com