O ex-atacante Warley foi esqueado na madrugada desta sexta-feira durante um assalto, no bairro de Manaíra, área nobre de João Pessoa, onde mora com a família. Ele teve o celular roubado e precisou ser socorrido por volta das 4h20 (horário local) para o Hospital de Emergência e Trauma da capital paraibana. De acordo com o último boletim médico, o estado de saúde do ex-jogador – com passagens pela seleção brasileira entre 1999 e 2001 – é grave e ele precisou passar por cirurgia no início da manhã.

Como jogador, Warley defendeu grandes clubes do Brasil, como Grêmio, Palmeiras, São Paulo e Atlético-PR. Atualmente, ele é gerente de futebol do Botafogo-PB, onde encerrou a carreira em 2017.

  

Warley levou duas facadas em assalto na Paraíba (Foto: Lucas Barros/GloboEsporte.com)
Warley levou duas facadas em assalto na Paraíba

Segundo relato de um amigo, Cláudio Santos, Warley foi abordado por dois homens, no bairro de Manaíra, na capital paraibana, que anunciaram o assalto. O ex-atacante entregou o celular e também o carro, mas, quando correu assustado, levou duas facadas. Ele pediu ajuda a esse amigo – que mora perto da sua casa – e foi levado para o hospital.

Já de acordo com a Polícia Militar, o ex-jogador se assustou com a abordagem, houve uma confusão, e ele acabou sendo atingido nas costas. Após atacar Warley, os assaltantes fugiram levando apenas o celular. O carro da vítima era o alvo dos ladrões, mas foi deixado no local.

O ex-atacante voltou a morar em João Pessoa na temporada de 2016 para atuar no Botafogo-PB. Indentificado com o time, onde foi campeão brasileiro da Série D em 2013, Warley decidiu pendurar as chuteiras no ano passado, aos 39 anos, para assumir a função de gerente de futebol no clube pessoense em 2018.

Fonte: G1.com