O aposentado Usain Bolt deixou as pistas e, após fazer história com os pés, pretende agora viver das mãos, de preferência com boas cartas nelas. Participando de um torneio de pôquer nas Bahamas, o oito vezes campeão olímpico afirmou que tentará entrar no circuito profissional, mesmo receoso ao ver a quantidade de dinheiro envolvida nas partidas.

– Eu não sou o melhor jogador de pôquer, mas estou treinando. Jogo casualmente na casa de alguns amigos. Nunca apostei dinheiro, só usamos fichas normais e coisas do tipo. Eu nunca me arrisquei. É meio assustadora a quantidade de dinheiro que os caras apostam nas grandes ligas. São milhões. As pessoas dizem para você permanecer em sua área, mas assim você nunca testa seus limites e aprende coisas novas – disse o raio jamaicano.

Torcedor fanático do Manchester United, Bolt já havia falado algumas vezes em ser jogador de futebol, inclusive o Borussia Dortmund chegou a anunciar que o velocista treinaria com a equipe.

  

Usain Bolt visita Manchester United  (Foto: Reprodução/Twitter)
Usain Bolt visita Manchester United

Dono do recorde mundial dos 100m rasos (9.58 segundos) e dos 200m rasos (19.19 segundos), o jamaicano afirmou ter apenas uma lamentação em relação à carreira nas pistas: não ter conseguido correr os 200m abaixo dos 19 segundos.

– Só tenho uma ambição não alcançada, que correr os 200 abaixo de 19 segundos. Essa é minha ambição não alcançada que continuará assim. Não posso fazer isso. Ninguém pode. Mas ok, não é algo que me deixa insatisfeito, só uma coisa que eu queria fazer – concluiu o ex-astro.

Fonte: Espn.com