Feita de caixas de leite, casa de brinquedo foi alvo de cobrança

Um morador de Sobradinho, no Distrito Federal, recebeu um aumento de R$ 340 na conta do IPTU por causa de uma casa de brinquedo que ele construiu para o filho de 5 anos, feita com caixinhas de leite. Segundo reportagem do portal G1, a família – que juntou as caixas de papelão durante seis meses – foi surpreendida com a cobrança sem qualquer explicação.

A publicação entrou em contato com a Secretaria de Fazenda, que justificou a cobrança por conta de uma medição realizada por satélite que não identificou que era uma casa de brinquedo. O órgão ainda afirmou que o imposto foi recalculado e que o valor vai cair R$ 190. A reportagem de O TEMPO entrou em contato com a Prefeitura de Sobradinho, mas não obteve resposta.

De acordo com o G1, Antônio Conceição Marques e sua esposa, Wanda Marques, procuraram a Secretaria de Fazenda local assim que receberam a cobrança. “Eu disse para uma servidora que só tinha uma casinha de material reciclável, feita com caixas de leite e de ovos, e um puxadinho de lona para tampar as bicicletas da chuva e que achava que nada disso justificava. Ela concordou e chamou o supervisor”, afirmou.

Segundo ela, ao ser recebida pelo supervisor, ele teria dito que “tudo que faz sombra, paga IPTU”, e que se ela desejasse pedir algum desconto no imposto, “teria que tirar a casinha, a lona” e somente no ano que vem solicitar a revisão.

Indignada, a família começou a publicar a história nas redes sociais e o caso ganhou repercussão – o que levou um auditor da Fazenda ao local para fazer uma nova medição da área efetivamente construída.